Validação da limpeza de produtos para saúde no cotidiano do centro de material e esterilização

Rafael Queiroz de Souza, Ana Tércia Barijan, Jeane Aparecida Gonzalez Bronzatti, Paulo Roberto Laranjeira, Kazuko Uchikawa Graziano

Resumo


Objetivo: Discutir os aspectos que devem ser considerados na validação concorrente da limpeza no Centro de Materiais e Esterilização (CME). Método: Revisão narrativa da literatura científica, legislação e normatização pertinentes. Resultados: A validação da limpeza na rotina deve considerar: o design dos produtos, a definição e a exequibilidade dos procedimentos operacionais padrão, além da estrutura do CME, dimensionamento, seleção e treinamento de pessoal, registro e interpretação dos resultados obtidos pelos testes químicos na rotina. Conclusão: A validação concorrente da limpeza dos produtos para saúde no CME imprime a cultura da valorização dessa etapa do processamento entre todos os colaboradores do setor, de tal forma que a limpeza passa a ser, de fato, o núcleo central do processamento.


Palavras-chave


Enfermagem de Centro Cirúrgico; Enfermagem Perioperatória; Segurança de Produtos ao Consumidor; Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde; Controle de Qualidade

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Brasil. Ministério da Saúde. Resolução da diretoria colegiada nº 15, de 15 de março de 2012. Dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para saúde e dá outras providências. Brasília, 2012.

U.S. Food and Drug Administration. Reprocessing medical devices in health care settings: validation methods and labeling. Guidance for industry and food and drug administration staff. 2015 [cited 2018 May 30]. Available in: https://www.fda.gov/downloads/medicaldevices/deviceregulationandguidance/guidancedocuments/ucm253010.pdf

Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). NBR ISO 17664:2015: Esterilização de produtos para saúde ― Informação a ser fornecida pelo fabricante para o processamento de produto para saúde resterilizável. Rio de Janeiro, 2015.

U.S. Food and Drug Administration. Code of Federal Regulations Title 21 Part 820. Quality system regulation [cited 2018 May 30]. Available in: https://www.accessdata.fda.gov/scripts/cdrh/cfdocs/cfcfr/CFRSearch.cfm?CFRPart=820

Graziano KU, Bálsamo AC, Lopes CLBC, Zotelli MFM, Couto AT, Paschoal MLH. Critérios para avaliação das dificuldades na limpeza de artigos de uso único. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2006; 14(1):70-76. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010411692006000100010&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692006000100010.

Souza R, Bronzatti J, Laranjeira P, Mimica L, Silva C, Cruz A, Graziano K. Avaliação da segurança do processamento de fresas intramedulares flexíveis para cirurgia ortopédica. Revista SOBECC [Internet]. 2017 Abr 4; [Citado em 2018 Jun 21]; 22(1): 17-22. Disponível em: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/137

Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). NBR ISO 17665-1, Esterilização de produtos para saúde - Vapor – Parte 1: Requisitos para o desenvolvimento, validação e controle de rotina nos processos de esterilização de produtos para saúde. Rio de Janeiro: ABNT; 2010.

Laranjeira P, Bronzatti J, Souza R, Graziano K. Fundamentos para uso seguro das lavadoras termodesinfetadoras com ênfase na liberação para uso após intervenção técnica. Revista SOBECC [Internet]. 2016 Dez 2; [Cited 2018 May 11]; 21(3): 178-184. Available in: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/129

Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). NBR ISO 17665-2, Esterilização de produtos para saúde - Vapor – Parte 2: Guia de aplicação da ABNT NBR ISO 17665-1. Rio de Janeiro: ABNT; 2013.

Bajolet O, Ciocan D, Vallet C, De Champs C, Vernet-Garnier V, Guillard T. et al. Gastroscopy-associated transmission of extended-spectrum beta-lactamase-producing Pseudomonas aeruginosa. J Hosp Infect. 2013 Apr;83(4):341-3.

Nogueira LCL. Gerenciando pela qualidade total na saúde. 3ª ed. Nova Lima: INDG Tecnologia e serviços LTDA, 2008.

Bruna C, Souza R, Almeida A, Suzuki K, Turrini R, Graziano K. Processamento de cabos de laringoscópio: revisão integrativa. Revista SOBECC [Internet]. 2016 Jun 8; [cited 2018 May 11]; 21(1): 37-45. Available in: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/40

Costa JA, Fugulin FMT. Atividades de enfermagem em centro de material e esterilização: contribuição para o dimensionamento de pessoal. Acta Paul Enferm. 2011; 24(2):249-56. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ape/v24n2/15.pdf

Conselho Federal de Enfermagem – COFEN. Resolução COFEN n. 424/2012: Normatiza as atribuições dos profissionais de enfermagem em Centro de Material e Esterilização (CME) e em empresas processadoras de produtos para saúde. Disponível em: www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-n-4242012_8990.html

Conselho Federal de Enfermagem – COFEN. Resolução COFEN n. 0543/2017: Atualiza e estabelece parâmetros para o dimensionamento do quadro de profissionais de enfermagem nos serviços/locais em que são realizadas atividades de enfermagem. Disponível em: www.cofen.gov.br/wp-content/.../RESOLUÇÃO-COFEN-Nº-543-2017-completa.pdf

American National Standard/Advancing Safety in Healthcare Technology – ANSI/AAMI ST79:2017. Comprehensive guide to steam sterilization and sterility assurance in health care facilities. Arlington, VA, 2017.

Event Reporting & Analysis - Alerts. (2017). If It’s Not Clean, It’s Not Sterile: Reprocessing Contaminated Instruments. Institute, ECRI. Retrieved from https://www.ecri.org/components/PSOCore/Pages/e-lert041117.aspx?PF=1?source=print

International Association of Healthcare Central Service Material Management – IAHCSMM. Quality Assurance. Chicago-IL, 2016.




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202000010009

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Rafael Queiroz de Souza, Ana Tércia Barijan, Jeane Aparecida Gonzalez Bronzatti, Paulo Roberto Laranjeira, Kazuko Uchikawa Graziano

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia