Avaliação de acadêmicos sobre o ensino-aprendizagem de enfermagem em centro de material e esterilização

Emanuela Batista Ferreira e Pereira, Laryssa Samara Sobral Melo, Eriraniele Wanessa Florencio de Souza, Brenna Cavalcanti Maciel Modesto, Marília Perrelli Valença, Claudinalle Farias Queiroz de Souza

Resumo


Objetivo: Descrever a avaliação de acadêmicos de Enfermagem sobre o processo de ensino-aprendizagem do componente curricular Enfermagem no
Centro de Material e Esterilização. Método: Estudo analítico-descritivo, transversal, realizado em uma universidade pública, com alunos que haviam vivenciado
o componente curricular anteriormente à coleta de dados. Os participantes responderam a um questionário on-line com perguntas relacionadas ao ensino-aprendizagem.
Resultados: Foram contabilizadas 58 participações, em que a maioria avaliou a didática dos conteúdos teóricos como “bom” ou “ótimo”, a carga horária
como “pouco suficiente” e os cenários de práticas como limitados ou distantes do que recomenda a literatura. Conclusão: O ensino-aprendizagem foi bem
avaliado quanto ao seu caráter teórico e literário; entretanto, as atividades práticas foram avaliadas como insuficientes e insatisfatórias pela maioria dos discentes.


Palavras-chave


Esterilização. Avaliação educacional. Educação em enfermagem. Educação superior.

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Gil RF, Camelo SH, Laus AM. Atividades do enfermeiro de centro de material e esterilização em instituições hospitalares. Texto & Contexto Enfermagem [Internet], 2013 [acesso em 2016 mai 8]; 22(4):927-34. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072013000400008

Brasil, Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Resolução COFEN Nº 424, de 19 de abril de 2012. Normatiza as atribuições dos profissionais de Enfermagem em Centro de Material e Esterilização e em empresas processadoras de produtos para saúde. Diário Oficial da República Federativa do Brasil]. Brasília, 23 abr 2012. Seção 1, pag 186. [acesso em 2016 mai 8]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-n-4242012_8990.html

Gariola LB, Baratieri T, Costa AM , Bedendo J , Marcon SS , Waidman MAPW, et al. Infecção Hospitalar na perspectiva dos profissionais de enfermagem: um estudo bibliográfico. Cogitare Enfermagem. [Internet], 2012 [acesso em 2016 mai 8] ; 17(1):151-157. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/4836/483648962022.pdf

Ouriques CM, Machado ME. Enfermagem no processo de esterilização de materiais. Texto Contexto Enferm [Internet], 2013 [acesso em 2016 mai 8]; 22(3): 695-703. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v22n3/v22n3a16.pdf

Brasil, Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução RDC 15, de 15 de março de 2012. Dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para a saúde e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 19 mar 2012. Seção 1, p, 43-6. [acesso em 2016 mai 8]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2012/rdc0015_15_03_2012.html

Turrini RNT, Costa ALS, Peniche ACG, Bianchi ERF, Cianciarulho TI. Education in operating room nursing: transformation of the discipline at University of São Paulo School of Nursing (Brazil). Rev Esc Enferm USP [Internet], 2012 [acesso em 2017 ago 15]; 46(5):1267-72. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v46n5/en_32.pdf

Lucon SMR, Braccialli LAD, Pirolo SM, Munhoz CC. Formação do enfermeiro para atuar na central de esterilização. Rev. SOBECC [Internet], 2017 [acesso em 2017 set 6]; 22(2): 90-97. Disponível em: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/174

Dessotte CAM, Teixeira ASM, Sousa CDA, Sonobe HM. Estratégias de ensino em enfermagem perioperatória: uma avaliação discente. Rev. SOBECC [Internet], 2015 [acesso em 2017 ago 12]; 20(4): 189-196. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/1414-4425/2015/v20n4/a5294.pdf

Associação Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. Práticas recomendadas. 7th ed. São Paulo: SOBECC; 2017

Souza A, Palazzo S, Montezello D. Conhecimento dos profissionais de enfermagem de centro cirúrgico sobre hipotermia em pacientes cirúrgicos oncológicos. Revista SOBECC [internet], 2017 [acesso em 2018 fev 02] 22(4):188-192, http://dx.doi.org/10.5327/z1414-4425201700040003.

Brasil. Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação, Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES n. 3, de 7 de novembro de 2001. Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em Enfermagem. Diário Oficial da União. 9 nov. 2001;Seção 1:37. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf

Leite AS, Turrini RNT. Análise do ensino de Enfermagem em Centro Cirúrgico nas escolas de São Paulo. Rev Bras Enferm. [Internet], 2014 [acesso em 2016 dez 16]; 67(4): 12-19. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v67n4/0034-7167-reben-67-04-0512.pdf

dos Anjos MAM, de Oliveira JC. Perceptions of nurses about the Material and Sterilization Center: a reflection on the organizational culture. Revista ACRED [Internet], 2016 [acesso em 2017 set 6]; 11(6): 1-9. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/5602109.pdf

Gonçalves RCS, Santana FR. Diagnóstico de enfermagem para centro de material e esterilização: análise do conceito. Rev enferm UFPE on line. [Internet], 2016 [acesso em 2017 set 6]; 10(2):485-94. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/10980/12321

Alvim ALS. O acadêmico de enfermagem no centro de material e esterilização: relato de experiência. Rev enferm UFPE on line. [Internet], 2014 [acesso em 2017 set 6]; 8(6):1804-6. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/13657/16530

Padoveze MC, Figueiredo RM, Pelaes CES, O TRENTI E.Necessidades de aprendizagem de enfermeiros sobre processos de esterilização. Rev. SOBECC [Internet], 2013 [acesso em 2016 ago 27]; 18(3): 23-29. Disponível em: http://www.sobecc.org.br/arquivos/artigos/2014/pdfs/revisao-de-leitura/Ano18_n3_%20jul_set2013-3.pdf

Souza CS, Iglesias AG, Pazin-Filho A. Estratégias inovadoras para métodos de ensino tradicionais – aspectos gerais. Med (Ribeirão Preto) [Internet], 2014 [acesso em 2017 set 6]; 47(3):284-92. Disponível em: http://revista.fmrp.usp.br/2014/vol47n3/6_Estrategias-inovadoras-para-metodos-de-ensino-tradicionais-aspectos-gerais.pdf

Cyrino EG, Toralles-Pereira ML. Trabalhando com estratégias de ensino-aprendizado por descoberta na área da saúde: a problematização e a aprendizagem baseada em problemas. Cad. Saúde Pública [Internet], 2004 [acesso em 2016 jun 15]; 20(3):780-788.




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201800040004

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Emanuela Batista Ferreira e Pereira, Laryssa Samara Sobral Melo, Eriraniele Wanessa Florencio de Souza, Brenna Cavalcanti Maciel Modesto, Marília Perrelli Valença, Claudinalle Farias Queiroz de Souza

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia