Melhores práticas de reprocessamento de produtos para saúde

Autores

  • Anderson Abreu de Carvalho Universidade Federal de Santa Catarina
  • Juliana Balbinot Reis Girondi Universidade Federal de Santa Catarina
  • Luciara Fabiane Sebold Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lúcia Nazareth Amante Universidade Federal de Santa catarina
  • Ana Graziela Alvarez Universidade Federal de Santa Catarina
  • Roberta Waterkemper Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202100040007

Palavras-chave:

Enfermagem, Centro de materiais e esterilização, Produtos para saúde

Resumo

Objetivo: Conhecer a produção científica sobre as práticas de reprocessamento de materiais hospitalares. Método: Revisão integrativa, realizada
em agosto e setembro de 2019 nas bases de dados da enfermagem, Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Cumulative Index to
Nursing and Allied Health Literature, Medical Literature Analysis and Retrieval System Online e Scientific Electronic Library Online. Utilizaram-se descritores em português, espanhol e inglês, com recorte temporal de cinco anos. Os resultados foram apresentados em quadro, e o corpus de análise em categorias, conforme o método dedutivo. Resultados: Foram identificados 1.207 artigos e selecionados seis deles em conformidade com os critérios de elegibilidade. Os delineamentos mais frequentes eram estudos quantitativos, no idioma português, configurando três categorias temáticas: processo de limpeza
dos produtos para saúde; acondicionamento e esterilização dos produtos para saúde; armazenamento dos produtos para saúde. Conclusão: Foram evidenciados os principais procedimentos realizados em cada etapa do reprocessamento de materiais, que deve ser descrita em protocolos institucionais.
Destaca-se a lacuna de pesquisas com nível de evidência, voltadas para o reprocessamento de produtos para saúde.
Palavras-chave: Hospitais. Equipamentos e provisões hospitalares. Esterilização.

Biografia do Autor

Anderson Abreu de Carvalho, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeiro pela UFSC. Mestre Profissional em Gestão do Cuidado em Enfermagem UFSC. Especialista em Gerontologia SBGG-SC. Doutorando do Programa de Pós graduação em gestão do cuidado em Enfermagem-modalidade profissional UFSC. Enfermeiro Líder da CME do Imperial Hospital de Caridade.

Juliana Balbinot Reis Girondi, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Enfermagem pela UFSC. Docente do Departamente de Enfermagem da UFSC. Docente do Programa de Pós-graduação em Gestão do Cuidado em Enfermagem- Modalidade profissional UFSC.

Luciara Fabiane Sebold, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Enfermagem pela UFSC. Docente do Departamente de Enfermagem da UFSC. Docente do Programa de Pós-graduação em Gestão do Cuidado em Enfermagem- Modalidade profissional UFSC.

Lúcia Nazareth Amante, Universidade Federal de Santa catarina

Doutora em Enfermagem pela UFSC. Docente do Departamente de Enfermagem da UFSC. Docente do Programa de Pós-graduação em Gestão do Cuidado em Enfermagem- Modalidade profissional UFSC.

Ana Graziela Alvarez, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Enfermagem pela UFSC. Docente do Departamente de Enfermagem da UFSC. Docente do Programa de Pós-graduação em Gestão do Cuidado em Enfermagem- Modalidade profissional UFSC.

Roberta Waterkemper, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Doutora em Enfermagem pela UFCSPA. Docente do Departamente de Enfermagem da Ufcspa.

Referências

Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização-SOBECC. Manual de Práticas Recomendadas da SOBECC. 7ª ed. São Paulo: SOBECC; 2017.

Madeira MZA, Santos AMR, Batista OMA, Rodrigues FTC. Processamento de produtos para saúde em centro de material e esterilização. Revista SOBECC. 2015; 20(4): 220-27. Doi: http://doi.org/10.5327/z1414-4425201500040006.

Alvim, AL, Ramos MS, Durão PMS. Monitoramento da limpeza de produtos para saúde com Teste Adenosina Trisfosfato. Rev. Sobecc. 2019; 24 (2): 57-61. DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201900020002

Rutala WA, Weber DJ. Assesing the risk of disease transmission to patients when there is a failure to fallow recommended disinfection and sterilization guidelines. Revista Am J InfectControl. 2013; 41 (5): 67-71. DOI: 10.1016 / j.ajic.2012.10.031

Mussel IC, Paula AO, Oliveira AC. Armazenamento dos produtos para saúde em centros de esterilização de hospitais. Rev. Enferm. em foco. 2017; 8 (4): 37-41. DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2017.v8.n4.1026

Alfa MJ. Current issues result in a paradigm shift in reprocessing medical and surgical instruments. Revista Am J InfectControl. 2016; 44(5): 41-5. DOI: 10.1016 / j.ajic.2016.01.020

Brasil. Anvisa. Resolução – RDC nº 15. Dispõe sobre as boas práticas de reprocessamento de materiais para saúde. Brasília. 2012

Polit D.; Beck CT;.Fundamentos de pesquisa em enfermagem: Avaliação de evidências para a prática de enfermagem. 9 ed. Porto alegre: Artmed. 2019.

Díaz CL, Martín AR, Flenández DRF, Arco AS. Validação de procedimentos de lavagem manuais e automáticos para instrumentos cirúrgicos antes da esterilização. 2018; 28 (8): 60-66.

DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201400040005

Psaltikids EM, Ribeiro SMCP. Recepção e limpeza dos materiais. Enfermagem em centro de matérias e esterilização. Barueri; 2011.

Sociedade francesa da ciência da esterilização. Guideline de boas práticas de esterilização. França, 2018. HTTPS://bonnespratiques.sf2s-sterilisation.fr

Ouriques MC, Machado ME. Enfermagem no processo de esterilização de materiais. Rev. Texto Contexto Enferm. 2013; 22 (3): 695-703. Doi: https://doi.org/10.1590/S0104-07072013000300016.

Organização Mundial da Saúde e Organização Pan-Americana da Saúde. Descontaminação e reprocessamento de produtos para saúde em instituições de assistência à saúde. 2016. http://www.riocomsaude.rj.gov.br/Publico/MostrarArquivo.aspx?C=6bMH2wHuBCw%3D

Jagrosse D, Bommarito M, Stahl JB. Monitoring the clening of surgical instruments with an ATP detection system. Revista Am J Infect control. 2012. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ajic.2012.04.159

Oliveira AC, Viana REH. Adenosina Trifosfato Bioluninescência para avaliação da limpeza de superfícies: uma revisão integrativa. Revista Brasileira de Enfermagem. 2014; 67(6): 987-93. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2014670618.

Oliveira AC, Faria COC, Santos RO, Manoel VCF Mussel IC, Paulo AO. Validação do protocolo de limpeza manual dos instrumentais vídeo laparoscópicos em hospital universitário. Revista SOBECC. 2014 19(4): 201-206. DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201400040005

Mendonça ACC, Bezerra ALQ,Tipple AFV, Tobias CG. Indicadores de qualidade de processamento de produtos para a saúde em autoclaves a vapor. Rev.Enferm. UFPE online. 2017; 11(2): 906-14. DOI: 10.5205/reuol.10263-91568-1-RV.1102sup201705

BASÚ D. Razão por traz da embalagem úmida após a esterilização a vapor e suas consequências uma visão geral do Departamento Central de Suprimentos Esterilizados de um centro de tratamento de câncer no leste da Índia. Revista Science. 2017; 10(3): 235-239. Doi. Org/10.106/j.jiph.2016.06.009

Association Of Operatinf Room Nurses - AORN. Recommended practices for sterilization in the perioperative practice setting. Denver. 2014

CDC. Guideline for Disinfection and Sterilization in Healthcare Facilities. 2019. http://.cdc.gov/infectioncontrol/guidelines/desinfection

Tripple FV, Pires FG, Guadagnin SVT, Melo DS.O monitoramento de processos físicos de esterilização em hospitais do interior do Estado de Goiás. Rev. Bras. Enferm. 2011; 45 (3): 751-7.Doi: https://doi.org/10.1590/S0080-62342011000300029

AssocitionFor The Advenvement Of Medical - AAMI. Comprehensive guide to steam sterilization and srerility assunrance in health care facilities. 2009

Kurniawansyah et. al., Relationship between temperature and humidity on sterility of reusable instruments ins hospitals CSSD. Rev. Int J. Pharm Sci. 2015; 33(2): 215-19. https://www.researchgate.net/publication/283111276_Relationship_between_temperature_and_humidity_on_sterility_of_reusable_instruments_in_hospital's_CSSD. ISSN 0976 - 044X

Ling ML, Ching P, Widitaputra A, Stewart A, Sirijindadirat N, Qui LTA. Diretrizes da APSIC para desinfecção e esterilização de instrumentos em unidades de saúde. Antimicrob Resist Infect Control . 2018; 7: 25. Publicado 2018 em 20 de fevereiro. Doi: 10.1186 / s13756-018-0308-2

Publicado

2022-04-08

Como Citar

Carvalho, A. A. de, Girondi, J. B. R., Sebold, L. F., Amante, L. N., Alvarez, A. G., & Waterkemper, R. (2022). Melhores práticas de reprocessamento de produtos para saúde. Revista SOBECC, 26(4). https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202100040007

Edição

Seção

Artigos de Revisão