Avaliação das dimensões da sede no paciente cirúrgico ortopédico

Layse Daniela de Lima Oliveira, Safira Ferreira do Nascimento, Camilla Ribeiro Lima de Farias

Resumo


Objetivo: Avaliar as dimensões da sede (presença, intensidade e desconforto) no paciente cirúrgico ortopédico no período pós-operatório imediato.
Método: Pesquisa transversal, de caráter exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa. A amostra foi composta de 98 pacientes com idade
acima de 18 anos. Foi utilizado formulário semiestruturado contemplando informações sociodemográficas e três escalas — escala visual analógica (EVA),
escala verbal numérica (EVN) e escala de desconforto da sede perioperatória (EDESP) — para caracterização da sede. Resultados: Dos 98 pacientes avaliados,
a idade média foi de 47,3±20,1 anos, e a maioria era do sexo biológico masculino (60,2%). Com base na EVA, 65,3% relataram sede moderada;
já na avaliação da sede pela EVN, 48,0% relataram sede leve; e pela EDESP, 92,9% dos pacientes relataram sede na ocasião da entrevista. No que concerne
à assistência de enfermagem, não foi encontrado nenhum registro documental que comprovasse a assistência prestada para a diminuição da sede.
Conclusão: Houve alta prevalência da sede nos pacientes durante o pós-operatório imediato e não foi realizada nenhuma medida paliativa para sua redução.
Sugere-se que a equipe de enfermagem seja capacitada e orientada quanto à aplicação das escalas utilizadas neste estudo.


Palavras-chave


Sede; Período pós-operatório; Enfermagem Perioperatória; Assistência perioperatória.

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Godoi D, Fonseca LF, Conchon MF. Picolé de gelo e hidratação labial para alívio da sede: percepções do paciente cirúrgico. In: 9º Simpósio Internacional De Esterilização E Controle De Infecção Relacionada à Assistência à Saúde, 2014, São Paulo, Brasil [Internet] 2014 [acesso em: 23 mar. 2018] Disponível em: http://sobecc.org.br/arquivos/ANAIS__9_SIMPOSIO_DE_ESTERILIZACAO_2014.pdf

Pavani MM, Fonseca LF, Conchon MF. Sede do paciente cirúrgico: percepções da equipe de enfermagem nas unidades de internação. Rev. Enferm UFPE [Internet]. 2016 [acesso 16 ago. 2018]; 10(9): 3352-3360. Disponível em: file:///C:/Users/aluno/Downloads/11416-26192-1-PB.pdf

Fonseca LF, Martins PR. Avaliação das dimensões da sede: revisão integrativa. Rev. Eletr. Enf [Internet]. 2017 [acesso 23 mar. 2018]; 19(9): 1-13. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/viewFile/40288/23000

Martins PR, Fonseca LF, Rosseto EG, Mai LD. Elaboração e validação de escala de desconforto da sede perioperatória. Rev. Esc. Enfer [Internet]. 2017[acesso 24 ago. 2018]; 51(3); 1-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v51/pt_1980-220X-reeusp-51-e03240.pdf

Garcia AKA, Galhardo VG, Fonseca LF, Santos SB, Alves MF. Relato de experiência: implantação do protocolo de manejo da sede em sala de recuperação anestésica. In: Encontro Internacional de Produção Científica Unicesumar, 2015, Maringá, Brasil [Internet] 2015 [acesso em 14 abr. 2018]. Disponível em: http://www.cesumar.br/prppge/pesquisa/epcc2015/anais/samira_bezerra_dos_santos_2.pdf

Ladeira RM, Malta DC, Neto OLM, Montenegro MMS, Filho AMS, Vasconcelos CH, Mooney M, Naghavi M. Acidentes de transporte terrestre: estudo carga global de doenças, Brasil e unidades federadas, 1990 e 2015. Rev. Bras. Epidemiologia [Internet]. 2017 [acesso 11 nov. 2018]; 20(1): 157-160. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbepid/v20s1/1980-5497-rbepid-20-s1-00157.pdf

Rego LP, Cunha FF. Enfermagem diante da dor oncológica. Rev. Dor [Internet]. 2015 [acesso 23 mar. 2018]; 16(2): 142-155. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rdor/v16n2/pt_1806-0013-rdor-16-02-0142.pdf

Maldonado RN, Conchon MF, Fonseca LF. Sede em pacientes de cirurgias ortopédicas. In: 13º Congresso Brasileiro de Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro De Material e Esterilização, 2017, São Paulo, Brasil [Internet] 2017 [acesso em: 15 mai. 2018]. Disponível em: http://sobecc.tmeventos.com.br/anais2017/pdfs/trabalho_2280.pdf

GARCIA, A.K.A. Goma de mascar mentolada no manejo da sede pré- operatória [dissertação]. Londrina: Universidade Estadual de Londrina; 2017 [acesso em 11 nov. 2018]. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/list.php?tid=114&page=3

Silva LCJR, Aroni P, Fonseca L F. Tenho sede! Vivência do paciente cirúrgico no período perioperatório. Revista SOBECC [Internet]. 2016 [acesso 16 ago. 2018]; 21(2): 75-81. Disponível em: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/21

Fracarolli LF, Fonseca FL, Aroni P. Avaliação da intensidade e desconforto da sede perioperatória. Rev. Ana Nery [Internet]. 2017 [acesso 04 jan. 2018]; 22(3): 1-7 Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452018000300204&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Serato VM. Pacote de medidas mentoladas para alívio da sede em sala de recuperação anestésica: ensaio Clínico Randomizado [dissertação]. Londrina: Universidade Estadual de Londrina; 2017 [acesso em 21 abr. 2018]. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000208824




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202000020006

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 CAMILLA RIBEIRO LIMA DE FARIAS, SAFIRA FERREIRA DO NASCIMENTO, LAYSE DANIELA DE LIMA OLIVEIRA

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia