Cultura de segurança do paciente: percepções e atitudes dos trabalhadores de centro cirúrgico

José Francisco da Silva Júnior, Pedro José de Jesus Júnior, Thialla Andrade Carvalho, Maria Pontes de Aguiar Campos, Simonize Cunha Barreto de Mendonça, Daniela de Souza Lordelo

Resumo


Objetivo: Avaliar a cultura de segurança por meio das percepções e atitudes dos profissionais que atuam no centro cirúrgico de um hospital de
ensino. Método: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo e transversal, com abordagem quantitativa, desenvolvido com 110 profissionais que atuam
no centro cirúrgico, utilizando o Safety Attitudes Questionnaire. Resultados: A média geral dos escores evidenciou uma cultura de segurança incipiente.
Ao avaliar a cultura por domínios, satisfação do trabalho e percepção do estresse foram avaliados como positivos, e clima de trabalho em equipe, clima
de segurança, percepção da gerência da unidade/hospital e condições de trabalho, como negativos. Conclusão: O nível de cultura de segurança encontrado
está abaixo do preconizado na literatura. As ações gerenciais e as condições de trabalho foram consideradas os principais fatores que contribuíram
para a fragilidade dessa cultura, entretanto os profissionais demonstraram-se satisfeitos com a unidade de trabalho.


Palavras-chave


Cultura. Segurança do paciente. Centros cirúrgicos. Pessoal de saúde. Pesquisa sobre serviços de saúde.

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Barbosa M, Floriano D, Oliveira K, Nascimento K, Ferreira L. Clima de segurança do paciente em um hospital privado. Texto contexto enferm. Rev. Gaúcha Enferm, 2016 [citado em 7 jul. 2016]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20180272

Ministério da Saúde (BR) MdS. Fundação Osvaldo Cruz. Agência Nacional de Viginlância Sanitária. Documento de referência para o Programa Nacional de Segurança do Paciente. 2014. [citado em 10 de agosto 2016]. Disponível em: http://www.saude.mt.gov.br/upload/controle-infeccoes/pasta2/portaria-msgm-n-529-de-01-04-2013.pdf

Cauduro F, Sarquis L, Sarquis L, Cruz E. Cultura de segurança entre profissionais de centro cirúrgico. Cogitare Enfermagem, 2015 [citado em 12 jul. 2016] [S.l.], v. 20, n. 1, mar.Disponível em doi:http://dx.doi.org/10.5380/ce.v20i1.36645.

Ministério da Saúde (BR) MdS. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 36 de 35 de julho de 2013. Institui ações para a segurança do paciente em serviços de saúde e dá outras providências. Diário Oficial da União. 2013.

Bohomol E, Tartali J. Eventos adversos em pacientes cirúrgicos: Conhecimento dos profissionais de enfermagem. Acta paul. enferm. [Internet]. 2013 [citado em 24 de set. 2016] ; 26( 4 ): 376-381. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002013000400012.

Carvalho P, Göttems L, Pires M, Oliveira M. Cultura de segurança no centro cirúrgico de um hospital público, na percepção dos profissionais de saúde. Revista Latino-Am. Enfermagem. 2015 [citado em 26 de ago. 2016];23(6):1041-8. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.0669.2647

Carvalho R, Arruda L, Nascimento N, Sampaio R, Cavalcante M, Costa A. Avaliação da cultura de segurança em hospitais públicos no Brasil. Rev. Latino-Am. Enfermagem [Internet]. 2017 [citado em jan. 2018] ; 25: e2849. Disponível em :http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.1600.2849.

Carvalho R, Cassiani S. Questionário Atitudes de Segurança: adaptação transcultural do Safety Attitudes Questionnaire - Short Form 2006 para o Brasil. Rev. Latino-Am. Enfermagem [Internet]. 2012 June [citado em jan 2016] ; 20(3): 575-582. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692012000300020.

Sexton J, Helmreich R, Neilands T, Rowan K, Vella K, Boyden J, et al. The Safety Attitudes Questionnaire: psychometric properties, benchmarking data, and emerging research. BMC Health Services Research. 2006 [citado em fev. 2016]; 6(44). Disponível em: http://dx.doi.org/ 10.1186/1472-6963-6-44.

Correggio T, Amante L, Barbosa S. Avaliação da cultura de segurança do paciente em centro cirúrgico. Rev. SOBECC. 2014; 19(2): p. 67-73. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4322/sobecc.2014.012

Toso G, Golle L, Magnago T, Herr G, Loro M, Aozane F, et al. Cultura de segurança do paciente em instituições hospitalares na perspectiva da enfermagem. Rev Gaúcha Enferm. 2016;37(4). Disponível em http://dx.doi.org/10.1590/1983- 1447.2016.04.58662

Rigobello M, Carvalho R, Cassiani S, Galon T, Capucho H, Deus N. Clima de segurança do paciente: percepção dos profissionais de enfermagem. Acta Paul Enferm. 2012; 25(5): p. 728-35. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000500013.

Fidelis R. Cultura de segurança: perspectiva da equipe de enfermagem em unidade de emergência do adulto [dissertação]. Florianópolis (SC): Universidade Federal de Santa Catarina; 2011.

Marinho MM RVBF. Avaliação da cultura de segurança pelas equipes de enfermagem de unidades cirúrgicas. Texto e contexto Enferm. [Internet] 2014;(23)3 [citado em 15 set 2017]. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072014002640012




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202000030003

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Daniela De souza Lordelo, Jose Francisco da Silva Junior, Pedro José de Jesus Junior, Thialla Andrade Carvalho, Simonize Cunha Barreto de Mendonça, Maria Pontes de Aguiar Campos

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia