Avaliação da adequação no uso da paramentação cirúrgica

Maria Rafaella Carvalho de Jesus, Michele Gutierrez de Melo, Maria Pontes de Aguiar Campos, Tamara Oliveira Barbosa, Ana Cristina Freire Abud, Daniela de Souza Lordelo

Resumo


Objetivo: Analisar a adequação da paramentação cirúrgica pelos profissionais de saúde que prestam assistência em um centro cirúrgico de
um hospital de ensino no Nordeste do Brasil. Método: Estudo transversal, descritivo, quantitativo e de natureza observacional. A amostra foi composta
de 100 profissionais de saúde. Resultados: Os itens de maior adequação foram: no momento da colocação do propé e das luvas (100%), seguido
da circulação da roupa privativa e do momento de colocação do gorro (99%). Obtiveram-se menores taxas de adequação no uso dos óculos (5%) e
quanto ao local de guarda da máscara (8%). As inadequações relacionadas à máscara cirúrgica ocorreram pela não troca mediante sujidade ou umidade
e em cirurgias com duração maior de duas horas aproximadamente (23%). Conclusão: Apesar de a maioria (18 dos 20) dos itens estar com boas
taxas de adequação, outros apresentaram taxas consideradas medianas e baixas. As categorias profissionais que apresentaram maiores inadequações
foram anestesistas (35%), enfermeiros (27%) e técnicos de enfermagem (22%). Esses percentuais necessitam ser melhorados, a fim de oferecer aos
pacientes cirúrgicos uma assistência mais segura.


Palavras-chave


Centro cirúrgico; Enfermagem perioperatória; Indicadores de qualidade de assistência; Segurança.

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


REFERÊNCIAS

ManriqueBT,Soler LM, Bonmati AN, Montesinos MJL, Roche FP. Segurança do paciente no centro cirúrgico e qualidade documental relacionadas a infecção cirúrgica e à hospitalização. Rev Acta Paulista de Enfermagem [Internet]. 2015 [acessado em 2019 mai 27]; 28(4); 355-60. Disponível em : http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-21002015000400011&script=sci_abstract&tlng=pt

SOBECC et al. Diretrizes de Práticas em Enfermagem Cirúrgica e Processamento de Produtos para a Saúde. 7. ed. Barueri: Manole; 2017.243,257-258,269.

Carvalho VM, Moura MEB, Batista OMA, Cruz MP, Sousa MAS, Andrade DFR. Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre fatores de risco relacionados à infecção de sítio cirúrgico. Rev Interd [Internet].2015 [acessado em 2019 jul 26]; 8(3) ; 1-11. Disponível em: https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/596

Moraes ACFG. Dificuldades no combate de infecções em centro cirúrgico da rede pública - uma revisão de literatura. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online [Internet]. 2011 abril/junho [acessado em 2019 ago 4];3(2):1889-1893. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1245/pdf_389

Cataneo C, Silveira CA, Simpionato E, Camargo FC, Queiroz FA, Cagnin MC, et al. O preparo da equipe cirúrgica: aspecto relevante no controle da contaminação ambiental. Rev Latino-am Enfermagem [Internet]. 2004 março/abril [acessado em 2019 ago 11]; Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-11692004000200021&script=sci_abstract&tlng=pt

. Madeira MZA, Santana RAP, Santos AMR, Moura ECC. Prevenção de infecção hospitalar pela equipe cirúrgica em um hospital de ensino. Revista SOBECC [Internet]. 2012 janeiro/março [acessado em 2019 ago 4];17(1):35-44. Disponível em : https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/193

Oliveira AC, Gama CS. Avaliação da adesão às medidas para a prevenção de infecções do sítio cirúrgico pela equipe cirúrgica. Revista da Escola de Enfermagem da USP [Internet].2015 [acessado em 2019 jun 2];49(5); 767-774.Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v49n5/pt_0080-6234-reeusp-49-05-0767.pdf

WHO.World Health Organization.Global guidelines on the prevention surgical site infection.World Health Organization.Suíça [Internet].2016 [acessado em 2019 mai 27]. Disponível em: https://www.who.int/gpsc/ssi-prevention-guidelines/en/

Barreto RASS, Rocha-Vilefort LO, Silva ACS, Prado-Palos MA, Barbosa MA, Borges VPFN. Processo de limpeza da sala operatória: riscos à saúde do usuário e do trabalhador. Revista Eletrônica de Enfermagem [Internet]. 2011 [acessado em 2019 ago 4];13(2):269-275. Disponível em : https://www.fen.ufg.br/revista/v13/n2/v13n2a13.htm

Duarte IGL, Leite MD. Paramentação cirúrgica: artigo de revisão. Revista Médica de Minas Gerais [Internet]. 2013 [acessado em 2019 ago 4];23(3):343-346. Disponível em: http://rmmg.org/artigo/detalhes/220

Mchugh SM, Corrigan MA, Hill ADK, Humphreys H. Surgical attire, practices and their perception in the prevention of surgical site infection.Surgeon [Internet]. 2014 [acessado em 2019 jun 2] ;12(1); 47-52. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24268928

Sevilha HA, Paiva LSJ, PovedaVB. Análise das variáveis ambientais em salas cirúrgicas: fontes de contaminação. Revista SOBECC [Internet]. 2014 [acessado em 2019 jun 2]; 19(3);123-128. .Disponível em: http://www.sobecc.org.br/arquivos/artigos/2015/pdfs/site_sobecc_v19n3/02_sobecc.pdf

Fernandes AM, et al. Metodologia de Pesquisa de Dissertações sobre Inovação: Análise Bibliométrica. Revista Desafio Online [Internet]. Campo Grande, MS, 2018 [acessado em 2019 mai 25]; 6(1); 141-159. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/49112

Mokkink L.B. Cosmin Risk of Bias checklist. University Medical Center: Amesterdam Public Health research institute [Internet]. The Netherlands,2018 julho [acessado em 2019 ago 2]. Disponível em: https://www.cosmin.nl/wp-content/uploads/COSMIN-RoB-checklist-V2-0-v17_rev3.pdf.

Tristão GDS, Moura IBP. O Uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Técnicas Antissépticas em Centro Cirúrgico. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Enfermagem) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2015 [acessado em 2019 jul 22]. Disponível em: https://repositorio.ucb.br/jspui/bitstream/123456789/10420/1/GiovannadaSilvaTrist%C3%A3oeIallyBrendaPereiraMouraTCCGraduacao2015.pdf

Braswell ML, Spruce L. Implementing AORN recommended practices for surgical attire. AORN journal [Internet]. 2012 janeiro [acessado em 2019 Jul. 5];95(1):122-140. Disponível em: https://aornjournal.onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1016/j.aorn.2011.10.017

Bezerra WR, Bezerra ALQ, Paranaguá TB, Bernardes MJC, Teixeira CC.Ocorrência de incidentes em um centro cirúrgico: estudo documental.Rev Eletr Enf [Internet]. 2015 [acessado em 2019 mai 27]; 17(4). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/33339

Freiberger MF, Correia MBR, Pinto EAM, Ferreira EJ. Adesão ao uso dos óculos de proteção individual pelos profissionais de saúde em unidade de centro cirúrgico. Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente [Internet]. 2011 maio/outubro [acessado em 2019 ago 4];2(2):70-79. Disponível em: http://www.faema.edu.br/revistas/index.php/Revista-FAEMA/article/view/95

Bardaquim VA, Rodrigues JSM, Ribeiro AA, Silva ALNV, Sousa CP. Microbiota aérea em centro cirúrgico: contribuições da enfermagem no controle de infecção hospitalar. Journal of the Health Sciences Institute [Internet]. 2012 [acessado em 2019 ago 4];30(1):48-52. Disponível em: https://www.unip.br/presencial/comunicacao/publicacoes/ics/edicoes/2012/01_jan-mar/V30_n1_2011_p48-52.pdf

Stanganelli NC, Ribeiro RP, Claudio CV, Martins JT, Ribeiro PHVR, Ribeiro BGA. A utilização de Equipamentos de Proteção Individual entre trabalhadores de Enfermagem de um Hospital Público. Rev Cogitare enfermagem [Internet]. 2015 [acessado em 2019 mai 24]; 20(2):345-51Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/40118

Paz MSO, Lacerda RA, Monteiro CEC, Conceição VP. Paramentação cirúrgica: avaliação de sua adequação para a prevenção de riscos biológicos em cirurgias. Parte I: a utilização durante as cirurgias. Revista da Escola de Enfermagem da USP [Internet]. 2000 março [acessado em 2019 ago15];34(1):108-117. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342000000100014




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202000020005

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Maria Rafaella Carvalho de Jesus, Maria Rafaella Carvalho de Jesus, Michele Gutierrez de Melo, Maria Pontes de Aguiar Campos, Tamara Oliveira Barbosa, Ana Cristina Freire Abud, Daniela de Souza Lordelo

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia