Prevalência, intensidade e desconforto da sede no paciente cirúrgico no pós-operatório imediato

Leonel Alves do Nascimento, Thammy Gonçalves Nakaya, Marilia Ferrari Conchon, Aline Korki Arrabal Garcia, Isadora Pierotti, Viviane Moreira Serato, Lígia Fahl Fonseca

Resumo


Objetivo: Avaliar a prevalência, a intensidade e o desconforto da sede no período pós-operatório imediato. Método: Estudo epidemiológico, transversal, descritivo, quantitativo, realizado em um hospital universitário do Sul do Brasil, de agosto a setembro de 2012. A amostra foi composta de 386 pacientes em recuperação anestésica de cirurgias eletivas e de urgência. Foi utilizado um questionário semiestruturado composto de dados demográficos, clínicos e variáveis relacionadas à sede. Resultados: A prevalência de sede foi de 78% (303 pacientes), com intensidade média de 6,94 (desvio padrão — DP=2,2) e queixa espontânea de sede em 38,3% dos casos (116 pacientes). Os desconfortos relatados foram: boca seca, procura por água, hipossalivação, garganta seca, lábios ressecados, língua seca e vontade de deglutir. Todos os desconfortos apresentaram correlação de Pearson positiva em relação à presença de sede. Conclusão: A sede no pós-operatório imediato é intensa, prevalente e com sinais periféricos desconfortáveis. Essas evidências fundamentam a necessidade da identificação, da mensuração, da avaliação e do tratamento do sintoma sede de forma intencional neste período

Palavras-chave


Sede. Cuidado de enfermagem. Enfermagem perioperatória. Prevalência.

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Antunes-rodrigues J, Elias LLK, Castro M, De Luca Jr LA, Vivas LM, Menani JV. Controle Neuroendócrino do Balanço Hidroeletrolítico. In: Aires MM. Fisiologia. 4 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2012. p. 1181-1198.

Arai S, Stotts N, Puntillo K. Thirst in critically ill patients: from physiology to sensation. Am J CritCare. [Internet]. 2013 [acesso em: 25 mai. 2018];22(4):328-35. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23817822.

Conchon MF, Nascimento LA, Fonseca LF, Aroni P. Perioperative thirst: an analysis from the perspective of the Symptom Management Theory. Revista da Escola de Enfermagem da USP. [Internet]. 2015 [acesso em: 15 abr. 2018]; 49(1): 120-126. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420150000100016

Dodd M, Janson S, Facione N, Faucett J, Froelicher ES, Humphreys J, et al. Advancing the science of symptom management. J Adv. Nurs., 2001; 33(5): 668-76.

Humphreys J, Lee KA, Carrieri-Kohlman V, Puntillo K, Faucett J, Janson S, et al. Theory of Symptom Management. In: Smith MJ, Liehr PR, editors. Middle range theory for nursing. 2nd ed. New York: Springer; 2008. p.145-58.

Leiper JB. Thirst. In: Caballero B, Allen L, Prentice A. (Ed.). Encyclopedia of Human Nutrition. 2nd ed. Oxford; England: Elsevier, 2005; 4:278.

Zimmerman CA, Leib DE, Knight ZA. Neural circuits underlying thirst and fluid homeostasis. Macmillan Publishers Limited, part of Springer Nature, 2017; doi:10.1038/nrn.2017.71.

Dessotte CAM, Rodrigues HF, Furuya RK, Dantas RAS. Stressors perceived by patients in the immediate postoperative of cardiac surgery. Rev Bras. Enferm. [Internet]. 2016 [acessoem: 21 mai. 2018]; 69(4): 694-703. Disponívelem: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2016690418i

Medeiros VCC, Peniche ACG. The influence of anxiety in coping strategies used during the pre-operative period. Rev Esc Enferm USP. [Internet]. 2006 [acessoem: 10 jun. 2018]; 40(1):86-92.Disponívelem: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342006000100012

Silva LCJR, Aroni P, Fonseca LF. Tenho sede! Vivência do paciente cirúrgico no período perioperatório. Rev. SOBECC, São Paulo, 2016; 21(2):75-81.

Conchon MF, Fonseca LF. Efficacy of an ice popsicle on thirst management in the immediate postoperative period: a randomized clinical trial. Journal of PeriAnesthesia Nursing. [Internet]. 2018 [acessoem: 15 jun. 2018]; 33(2):153-161.Disponívelem: https://doi.org/10.1016/j.jopan.2016.03.009

Pierotti I, Fracarolli IFL, Fonseca LF, Aroni P. Avaliação da intensidade e desconforto da sede perioperatória. Esc. Anna Nery. [Internet]. 2018 [acesso em: 11 jun. 2018]; 22(3):e20170375. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v22n3/pt_1414-8145-ean-22-03-e20170375.pdf

Aroni P, Nascimento LA, Fonseca LF. Assessment strategies for the management of thirst in the post-anesthetic recovery room. Acta Paul Enferm. [Internet]. 2012 [acesso em 10 mai. 2018]; 25(4):530-6. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000400008

Cho EA, Kim KH, Park JY. Effects of frozen gauze with normal saline and ice on thirst and oral condition of laparoscopic cholecystectomy patients: Pilot study. J Korean AcadNurs. [Internet]. 2010 [acesso em 02 jun. 2018];40:714-723. Disponível em: 10.4040/jkan.2010.40.5.714.

Gebremedhn EG, Nagaratnam VB. Audit on perioperative fasting of elective surgical patients in an African academic medical center. World Journal of Surgery. [Internet]. 2014 [acesso em: 09 jun. 2018]; 38(9): 2200-2204. Disponível em: 10.1007/s00268-014-2582-3.

Landström M, Rehn IM, Frisman GH. Perceptions of registered and enrolled nurses on thirst in mechanically ventilated adult patients in intensive care units- a phenomenographic study. Intensive and Critical Care Nursing. [Internet]. 2009 [acesso em: 13 jun. 2018]; 25(3):133-139. Disponível em: 10.1016/j.iccn.2009.03.001

Martins PR, Fonseca LF, Rossetto EG. Developing and validating the Perioperative Thirst Discomfort Scale. Rev. Esc. Enferm. [Internet] USP. [acesso em: 08 jun. 2018]. 2017; 51:e03240. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s1980-220x2016029003240

Riviera AA. Prevalência e intensidade da sede infantil no pós-operatório imediato [Dissertação na Internet]. [Londrina]: Universidade Estadual de Londrina; 2015 [acesso em: 15 jun. 2018]. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000210646

Practice Guidelines for Preoperative Fasting and the Use of Pharmacologic Agents to Reduce the Risk of Pulmonary Aspiration: Application to Healthy Patients Undergoing Elective Procedures: An Updated Report by the American Society of Anesthesiologists Task Force on Preoperative Fasting and the Use of Pharmacologic Agents to Reduce the Risk of Pulmonary Aspiration. Anesthesiology [Internet]. 2017 [acesso em: 21 jun. 2018]; 3:376-393.Disponívelem: 10.1097/ALN.0000000000001452

CestonaroT,MadalozzoSchieferdeckerME, Thieme RD, Neto Cardoso J,Ligocki Campos AC. The reality of the surgical fasting time in the era of the ERAS protocol. Nutr Hosp. [Internet] 2014. [acesso em 02 jun. 2018];29:437-43. Disponível em: 10.3305/nh.2014.29.2.7025

Pavani MM, Fonseca LF, Conchon MF. Sede no paciente cirúrgico: percepções da equipe de enfermagem nas unidades de internação. Rev. Enferm. UFPE online. [Internet] 2016. [acesso em: 14 jun. 2018];10:v9:3352-60. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/download/11416/13201

Cardoso E Cunha T. O silêncio na comunicação. BOCC – Biblioteca On-line de Ciências e Comunicação; 2001.

Garcia AKA, Fonseca LF, Lodi CR. O silêncio que permeia a sede perioperatória: um estudo de caso. In: Anais do EncontroInternacional de ProduçãoCientífica da Unicesumar, 2017, Maringá, Brasil [Internet] 2017 [acessoem: 14 jun. 2018]. Disponível em: http://sobecc.tmeventos.com.br/anais2017/pdfs/trabalho_2255.pdf

Nascimento LA, Fonseca LF, Santos C. Inter-rater Reliability Testing of the Safety Protocol for Thirst Management. American Society of PeriAnesthesia Nurses. [Internet] 2016 [acessoem: 05 jun. 218];140.Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jopan.2016.07.008




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201900020006

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Leonel Alves do Nascimento, Thammy Gonçalves Nakaya, Marilia Ferrari Conchon, Aline Korki Arrabal Garcia, Isadora Pierotti, Viviane Moreira Serato, Lígia Fahl Fonseca

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia