Dimensionamento de pessoal de enfermagem em centro cirúrgico no período transoperatório: estudo das horas de assistência, segundo o porte cirúrgico

João Francisco Possari

Resumo


A presente pesquisa teve a fi­nalidade de apresentar um modelo de dimensionamento de pessoal de Enferma­gem para o período transoperatório, pos­sibilitando aos enfermeiros, determinar com maior precisão a quantidade de pro­fissionais necessária para assegurar a qualidade da assistência no Centro Grúrgico (CC). A aplicação do modelo proposto no CC de um hospital de ensino permi­ tiu-nos a anáhse de vários resultados. Com relação ao movimento cirúrgico, o maior número de cirurgias eletivas e de urgên­ cia/emergência foi o das intervenções de porte li (42,5%/ seguido das de porte / (31%/  porte  Ili ( 15,5%) e porte IV (1 018%). O intra-operatório das ci­rurgias eletivas demorou, em média, 1961 7 minutos {3, 2 7 horas) e o das de urgência/emergência, 2 131 1 minutos {3,55 horas). A lmpeza das Salas de Operação (SOs) dos procedimentos eletivos teve uma duração média de 311 8 minutos, chegando a 401 8 minutos nas intervenções de urgência/emergência. Por sua vez, o tempo médio da assistência de Enfermagem no intra-operatório das cirur­ gias eletivas foi de 615 4 horas, ficando assim distribuído, segundo o porte cirúr­ gico: 2, 88 horas para o porte /; 51 16 horas para o porte li; 9180 horas para o porte Ili,- 16,72 horas para o porte IV Nas  cirurgias de  urgênciae/mergên cia,  a assistência de Enfermagem levou, em mé­ dia, 71 1O horas, tendo sido assim distribuída, de acordo com o porte da opera­ ção: 2,56 horas para o porte/; 518 6 horas para o porte li; 9,82 horas para o porte //f,. 17, 2 6 horas para o porte IV Conforme as equações desenvo!vtdas, o quadro de pessoal resultou em 102 pro­ hssiona1s1 abrangendo 15 enfermeiros e 87 aux1!tares de En fermagem. Esse resul­tado demonstrou a necessidade de um quadro menor do que o existente no Cen­tro Grúrgico do hospital


Palavras-chave


dimensionamento de pessoal, recursos humanos de Enfermagem, Centro Cirúrgico hospitalar.

Texto completo:

pdf/a

Referências


Alcalá, U .M .; Nunes, M .F.; Kato, T.; Reigada, 1., Silva, R.M.L.;Yoshimura, D.K . Cálculo de pessoal: estudo prelimi-nar para o estabelecimento de quadro de pessoal de Enfermagem na superintendên­ cia médico-hospitalar de urg ência. São Pau lo: Secretaria de Higiene e Saúde; 1 9 8 2 . 47 p.

Biseng, W. Administração financeira em engenharia clín ica. São Paulo; 1 9 9 6 . / Workshop/.

Brasil. Ministério da Previdência e Assis­ tência Social. Instituto Nacional de As­ sistência Médica da Previdência Social - INA MPS. Enfermagem: contribuição para o cálculo de recursos humanos na área. Rio de Janeiro, INAMPS; 1988.

Conselho Federal de En fe rma gem. Reso­ lução nº 1 8 9/ 9 6 . Estabelece parâmetros para o dimensionamento do quadro de profissionais de Enfermagem nas institui­ ções de saúde . ln: Conselho Regional de En ferm agem. Documentos básicos de En­ ferm agem: enfermeiros, técnicos e auxilia­ res. São Paulo; 1 9 9 6 . p.1 77 -80 .

De Mattia, A .L. Dimensionamento de pessoal em Centro Ci rúr gico. [Disserta­ ção] São Paulo (SP) : Escola de En fer­ magem da Universidade de São Paulo; 1 9 9 9 . 9 2 p.

Gaidzinski, R. R. Dimensionamento de pessoal de Enfermagem em instituições hosp ita la res. [Tese livre-docência] São Paulo (SP) : Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo; 1 9 9 8 .

1 8 p.

Gaidzinski, R. R.; Kurcgant, P. Dimen­ sionamento do pessoal de En fer mag em: vivência de en ferm eir as . São Pau lo: Nursing 1998;1 ( 2) :28 -3 4.

Gaidzinski, R . R.; Sanna, M .C.; Leite, M .M.J.; Mayor, E.R.C. Estudo das au­ sências da equipe de Enfermagem num hos­

pital geral de grande porte. Rev Enf Complexo HC/ FMUSP 19 9 8;1 (4) :8-1 4.

Gatto, M.A .F. Análise da utilização de Salas de Operações. [Tese doutorado] São Paulo (SP): Escola de Enfermagem da Un iversida­ de de São Paulo; 1 9 9 5. 1 55p.

Guimarães, S.M. et ai. Dimensionamento de pessoal de Enfermagem em Centro Ci rúr gico. ln: Congresso Brasileiro de Enfermagem em Centro Cirúrgico, 1 , São Paulo, 1 9 9 3 . A na is. São Paulo, SOBECC, 1994, p.1 51 -5 .

Ide, P, Kirby, K.K., Starck, M.S. Üperating room productivity - an evaluation format. J Nurs Adm 1992;22(10):41-8.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 João Francisco Possari

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia