Enfermagem de Centro Cirúrgico: Expectativas versus vivências dos acadêmicos

Suani Ferreira Borghetti, Rita Catalina Aquino Caregnato

Resumo


Esta pesquisa teve comoobjetivo conhecer as expectativas e asvivências dos acadêmicos de Enfermagemsobre a disciplina de Centro Cirúrgico.Trata-se de uma pesquisa exploratória,descritiva, com abordagem qualitativae quantitativa, realizada no primeirosemestre de 2010, em um Centro Uni-versitário do RS, com 101 acadêmicosde Enfermagem que responderam umquestionário. As categorias emergidasquanto às expectativas e vivências, tantopara os acadêmicos que não cursaram adisciplina, quanto aos que já cursaram,foram: Familiarização do bloco cirúrgico(41.9%); Capacitação Profissional (34%);Valorização da Disciplina (19,9%); Ética(2.1%); e Área Complexa (2,1%). Osacadêmicos pesquisados foram unânimesem reconhecer a importância da disciplinapara sua formação profissional. Os resul-tados reforçam a necessidade de rediscutira disciplina de Centro Cirúrgico como in-dispensável na grade curricular nos cursosde graduação em Enfermagem.


Palavras-chave


Enfermagem de Centro Cirúrgico; Educação; Currículo; Estudantes de Enfermagem.

Texto completo:

PDF/A

Referências


Ito EE, Peres AM, Takahashi Ri,Leite MMJ. O ensino de enfermageme as diretrizes curriculares nacionais:utopia x realidade. Rev Esc Enferm IJSP.2006;40(4):570-5.

Brasil. Ministério da Educação. Con-selho Nacional de Educação. Câmara deEducação Superior. Resolução CNE/CES n. 3. de 7 de novembro de 2001: DiretrizesCurriculares Nacionais do Curso de Gra-duação em Enfermagem. Brasília; 2001

Avelar MCQ, Silva A. Assistência de enfermagem perioperatória: ensino em cursos de enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 200539(1):46-52.

Souza PNP, Silva EB. Como entender e aplicar a nova LDB Lei 11. 9.394/96. São Paulo: Pioneira; 1997.

De Paoli M, Caregnato RCA, Milão LF Repensar a disciplina de centro cirúrgico na formação do enfermeiro. Nursing (SãoPaulo). 2007; 106(9):136-4 1.

Caregnato RCA. Estresse da equipe multiprofissional na sala de cirurgia:um estudo de caso [dissertação]. Porto Alegre: Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul: 2002.

Possari JF. Centro cirúrgico: planeja-mento, organização e gestão. 2 ed. São Paulo: latria; 2004.

Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. Práticas recomendadas - SOBECC.5" cd. São Paulo: SOBECC; 2009.

Oki SS, Carvalho R. Sentimentos de alunos de graduação frente à disciplina enfermagem em centro cirúrgico. RevSOBECC. 2009:14(2):41-6.

Stumm EMF. Maçalai Ri, KirchnerRM. Dificuldades enfrentadas por enfermeiros em um centro cirúrgico. Texto Contexto Enferm. 2006; 15(3):464-7 1.

Krahl M. Prazer e sofrimento: cotidiano do enfermeiro no centro cirúrgico.Passo Fundo: UPF: 2001.

Bianchi ERF, Leite RCBO. O enfermeiro de centro cirúrgico e suas perspectivas futuras: uma reflexão. Rev SOB ECC. 2006:11(1 ):24-7.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n. 196, de 10 de outubro de 1996. Dispõe sobre as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos.Brasília. 1996.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2002.

Espiridião E, Munari DB. Holismo só na teoria: a trama de sentimentos do acadêmico de enfermagem sobre sua formação. Rev Esc Enferm USP. 2004;38(3):332-40.

Caregnato RCA. A questão ético-moral na formação dos enfermeiros e médicos: efeitos de sentidos nos discursos docentes [tese]. Porto Alegre: Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2008.

Bronzatti JAG, Ponteli SRC, Ferretti H II. Investindo na formação do futuro enfermeiro do bloco operatório. RevSOBECC. 2008:13(4):24-9.

Caregnato RCA, Lautert L. O estresse da equipe multiprofissional na sala de cirurgia. Rev Bras Enferm. 2005:58(5):545-50.

Saupe R. Nietche A, Cestari ML.Giorgi MDM. Krahl M. Qualidade devida dos acadêmicos de enfermagem. Rev Lat Am Enferm. 2004:12(4):636-42.

Rosa RR. Lima MADS. Concepções de acadêmicos de enfermagem sobre o que é ser enfermeiro. Acta Paul Enferm. 2005:18(2):125-30.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Suani Ferreira Borghetti, Rita Catalina Aquino Caregnato

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia