Ferramentas de gestão de qualidade como estratégias para redução do cancelamento e atrasos de cirurgias

Renata Souza Souto Tamiasso, Danielle Cunha Santos, Vanessa Dutra Ormundo Fernandes, Cybele Aparecida Ferreira Ioshida, Vanessa Brito Poveda, Ruth Natalia Teresa Turrini

Resumo


Objetivo: Relatar a experiência de redução de cancelamentos de cirurgias que utilizou ferramentas da gestão de qualidade para solucionar a
problemática de falta de materiais para as cirurgias. Método: Para o mapeamento da problemática, a equipe listou uma série de fatores relacionados
que foram categorizados e apresentados na forma de diagrama de Ishikawa; posteriormente, utilizou-se a matriz de priorização de gravidade, urgência e
tendência (GUT). Resultados: Por meio da otimização do “bate-mapa”, da participação ativa dos seus integrantes e da adoção de ferramentas de gestão
(diagrama de Ishikawa e matriz GUT), ações foram tomadas, levando à solução de fragilidades relacionadas à dinâmica cirúrgica. Conclusão: O uso de
ferramentas gerenciais para detalhamento do problema e melhor utilização do “bate-mapa” cirúrgico possibilitou solucionar problemas relacionados à
suspensão, ao atraso e/ou à transferência de procedimentos, mitigando problemas futuros.


Palavras-chave


Enfermagem; Centro de Material e Esterilização

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC

nº 15, de 15 de março de 2012. Dispõe sobre requisitos de boas

práticas para o processamento de produtos para saúde e dá outras

providências. Brasília: ANVISA; 2012.

Associação Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico,

Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização.

Diretrizes de práticas em enfermagem cirúrgica e processamento

de produtos para a saúde. 7ª ed. Barueri: Manole/São Paulo:

SOBECC; 2017.

Silva A. Organização do centro de materiais e esterilização. In:

Graziano KU, Silva A, Psaltikidis EM, orgs. Enfermagem em centro

de material e esterilização. Barueri: Manole; 2011. p. 1-21.

Padoveze MC, Graziano KU. Limpeza, desinfecção e esterilização

de artigos em serviços de saúde. São Paulo: APECIH; 2010. p. 1-33.

Ávila MAG, Gonçalves IR, Martins I, Moyses AM. Cancelamento de cirurgias:

uma revisão integrativa da literatura. Rev SOBECC. 2012;17(2):39-47.

Couto RC, Pedrosa TMG. Hospital: acreditação e gestão em saúde.

ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2007.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria GM nº 538, de 17 de abril de

Brasília: Ministério da Saúde; 2001.

Brasil. Organização Nacional de Acreditação. Manual Brasileiro de

Acreditação: serviços para a saúde selo de qualificação ONA. Brasília:

Organização Nacional de Acreditação; 2016.

Nascimento LA, Tillvitz LR, Fonseca LF. Suspensão cirúrgica: o

ângulo estatístico de um problema de repercussões humanas.

Rev Enferm UFPE. 2013;7(Esp.):6592-600. DOI: 10.5205/

reuol.5058-41233-3-SM.0711esp201305




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201800020007

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Renata Souza Souto Tamiasso, Danielle Cunha Santos, Vanessa Dutra Ormundo Fernandes, Cybele Aparecida Ferreira Ioshida, Vanessa Brito Poveda, Ruth Natalia Teresa Turrini

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia