Eventos adversos graves em pacientes cirúrgicos: ocorrência e desfecho

Isabella Sanches de Araújo, Rachel de Carvalho

Resumo


Objetivo: Identificar a ocorrência de eventos adversos graves (EAG) em pacientes cirúrgicos e seus possíveis desfechos. Método: Estudo retrospectivo,
quantitativo, realizado pela análise de prontuários e banco de dados de pacientes no perioperatório, que sofreram EAG em 2016, em um hospital
privado de São Paulo. Resultados: Ocorreram 19 EAG, com predominância de pacientes do sexo feminino, entre 40 e 49 anos, internados por patologias
do sistema gastroenterológico. As ocorrências mais incidentes foram: lesão de órgãos digestórios, choque hemorrágico e lesão vascular. Quanto aos
desfechos, os pacientes foram encaminhados à unidade de terapia intensiva, clínica médico-cirúrgica e hemodinâmica; dois pacientes evoluíram a óbito.
Conclusão: Os profissionais da equipe de enfermagem devem estar atentos aos fatores que podem contribuir para a ocorrência de EAG e orientados em
relação à notificação, a fim de aperfeiçoar a segurança e a qualidade da assistência prestada aos pacientes cirúrgicos.


Palavras-chave


Centro Cirúrgico

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Brasil. Organização Mundial da Saúde. Cirurgias seguras salvam

vidas: segundo desafio global para a segurança do paciente: Manual

– cirurgias seguras salvam vidas [Internet]. Rio de Janeiro: ANVISA;

[citado 17 set. 2016]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/

bvs/publicacoes/seguranca_paciente_cirurgias_seguras_guia.pdf

Souza LP, Bezerra ALQ, Camargo e Silva AEB, Carneiro FS, Paranaguá

TTB, Lemos LF. Eventos adversos: instrumento de avaliação do

desempenho em centro cirúrgico de um hospital universitário. Rev

Enf UERJ. 2011;19(1):127-33.

Bohomol E, Tartali JA. Eventos adversos em pacientes

cirúrgicos: conhecimento dos profissionais de enfermagem.

Acta Paul Enferm. 2013;26(4):376-81. http://dx.doi.org/10.1590/

S0103-21002013000400012

de Paiva MCMS, Popim RC, Melleiro MM, Tronchim DMR, Lima SAM,

Juliani CMCM. Motivos da equipe de enfermagem para notificação

de eventos adversos. Rev Latino-Am Enferm. 2014;22(5):747-54.

DOI: 10.1590/0104-1169.3556.2476

Waldman EA. Usos da vigilância e da monitorização em saúde pública.

IESUS [Internet]. 1998 [citado 18 set. 2016];7(3):8-26. Disponível em:

http://scielo.iec.pa.gov.br/pdf/iesus/v7n3/v7n3a02.pdf

Cristóforo BEB, Carvalho DS. Cuidados de enfermagem

realizados ao paciente cirúrgico no período pré-operatório. Rev

Esc Enferm USP. 2009;43(1):14-22. http://dx.doi.org/10.1590/

S0080-62342009000100002

Lima AM, Sousa CS, da Cunha ALSM. Segurança do paciente e

montagem de sala operatória: estudo de reflexão. Rev Enferm UFPE.

;7(1):289-94. DOI: 10.5205/reuol.3049-24704-1-LE.0701201337

Secanell M, Orrego C, Vila M, Vallverdú H, Mora N, Oller A, et al. A

surgical safety checklist implementation: experience of a start-up

phase of a collaborative project in hospitals of Catalonia, Spain.

Med Clin (Barc). 2014;143(Suppl. 1):17-24. https://doi.org/10.1016/j.

medcli.2014.07.007

Campos FGCM, Roll S. Complicações do acesso abdominal e do

pneumoperitônio em cirurgia laparoscópica - causas, prevenção e

tratamento. Rev Bras Videocir. 2003;1(1):21-8.

Ribeiro ALC, Pereira ER, Farias MSQ, Pontes SMM, de Vasconcelos

TB, Bastos VPD. Morbi-mortalidade em cirurgia de correção de

aneurisma de aorta em um hospital público de Fortaleza-CE: estudo

retrospectivo. Saúde Santa Maria. 2015;41(1):111-6.

Stracieri LDS. Cuidados e complicações pós-operatórias. Medicina

(Ribeirão Preto) [Internet]. 2008 [citado 09 nov. 2017]; 41(4):465-

Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/

viewFile/288/289

Cabral LAL. Avaliação de acidentes com bisturi elétrico no centro

cirúrgico de um estabelecimento assistencial de saúde pública no

município de Fortaleza, Ceará [trabalho de conclusão de curso].

Fortaleza: Escola de Saúde Pública do Ceará; 2008.

Pelicano JF, Abrantes RCG, Pegoraro FA, Amorim ERB, Lima

Júnior JA. Complicação de acesso venoso central: hidrotórax. Med

J [Internet]. 2005 [citado 05 nov. 2017];123(Suppl.):25. Disponível

em: http://www.scielo.br/pdf/spmj/v123sspe/v123s1a20.pdf

Búrigo CCP. Posicionamento do cateter venoso a central em pacientes

de UTI: um estudo prospectivo [trabalho de conclusão de curso].

Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 1995 [citado

nov. 2017]. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/

handle/123456789/113407/253040.pdf?sequence=1

Freitas PS, Mendes KDS, Galvão CM. Processo de contagem cirúrgica:

evidências para a segurança do paciente. Rev Gaúcha Enferm.

;37(4):1-8. http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2016.04.66877

Vane MF, Nuzzi RXP, Aranha GF, da Luz VF, Malbouisson LMS, Gonzalez

MMC, et al. Parada cardíaca perioperatória: uma análise evolutiva da

incidência de parada cardíaca intraoperatória em centros terciários no

Brasil. Rev Bras Anestesiol [Internet]. 2016 [citado 08 nov. 2017];66(2):176-

Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rba/v66n2/pt_1806-907Xrba-

-02-00176.pdf. https://doi.org/10.1016/j.bjan.2016.01.001

Sérgio FR, Cameron LE, Vital ICO. Síndrome compartimental relacionada

ao posicionamento cirúrgico: um inimigo silencioso. Rev SOBECC.

;17(3):71-80.

de Godoy JMP, de Godoy MF, da Silva AM, Reis LF. Síndrome

compartimental e minifasciotomia diagnóstica. Cir Vasc Angiol

[Internet]. 1998 [citado 05 nov. 2017];14:99-102. Disponível em: http://

jvascbras.com.br/revistas-antigas/1998/3/02/1998_a14_n3-2.pdf

Carvalho ARS, Matsuda LM, Carvalho MSS, de Almeida RMSSA,

Schneider DSLG. Complicações no pós-operatório de revascularização

miocárdica. Maringá [Internet]. 2006 [citado 09 nov. 2017];5(1):50-9.

Disponível em: http://eduem.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/

article/viewFile/5111/3326

Barboza LMS. Histerectomia vaginal: uma revisão sobre complicações

e métodos profiláticos [trabalho de conclusão de curso]. Goiás:

Pontifícia Universidade Católica. [citado 09 nov. 2017]. Disponível

em: http://www.cpgls.pucgoias.edu.br/6mostra/artigos/SAUDE/

L%C3%8DDIA%20MARTINS%20SPADONI%20BARBOSA%20E%20

RUI%20GILBERTO%20FERREIRA.pdf

de Carvalho R, de Moraes MW. Inserção do centro cirúrgico no

contexto hospitalar. In: de Carvalho R, Bianchi ERF, eds. Enfermagem

em centro cirúrgico e recuperação. 2ª ed. Barueri: Manole; 2016. p.1-

Capítulo 1.

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Média de permanência geral [Internet]. Rio de Janeiro: ANS; 2013

[citado 20 nov. 2017]. Disponível em: http://www.ans.gov.br/images/

stories/prestadores/E-EFI-05.pdf




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201800020004

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Rachel de Carvalho, Isabella Sanches de Araújo

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia