Intervalos de tempo para processamento de materiais consignados de prótese total de quadril

Autores

  • Thayse Rosa Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI. Docente Superintendente de Saúde do município de Biguaçu = SC https://orcid.org/0000-0002-4623-9362
  • Giovana Abrahão de Araújo Moriya Supervisora do Centro Cirúrgico do Sabará Hospital Infantil, Docente Cursos Pós Graduação da Faculdade de Ciências de Saúde do Hospital Israelita Albert Einstein – São Paulo - SP. https://orcid.org/0000-0002-3758-0526

DOI:

https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202100040002

Palavras-chave:

Enfermagem, Centro de Material e Esterilização, Centro Cirúrgico

Resumo

Objetivo: Estimar os intervalos de tempo envolvidos no reprocessamento de materiais consignados temporários de prótese total de quadril em um centro
de material e esterilização de um hospital privado de São Paulo (SP). Método: Estudo exploratório-descritivo, de campo, com abordagem quantitativa. A amostra foi
composta de 41 processamentos de materiais consignados. Os intervalos de tempo foram registrados com auxílio de cronômetro digital, hora inicial e final de cada
atividade. O cálculo amostral foi estimado com intervalo de confiança de 95%. Resultados: O tempo total do processamento teve mediana de 10 horas, o tempo efetivo total foi de 4,9 horas e o intervalo de tempo entre o fim do reprocessamento e o horário da cirurgia foi de 4,7 horas de antecedência. Houve cancelamento de uma
cirurgia em virtude do atraso na entrega do material. Conclusão: Nesta pesquisa foram mensurados os tempos de reprocessamento de materiais consignados, sendo
mantido o rigor metodológico em todas as etapas, com estimativas que respeitaram o intervalo de confiança, o que faz deste estudo passível de reprodução. Sugere-se
que profissionais de outras instituições realizem tais mensurações, de modo que permitam a construção de indicadores, auxiliando enfermeiros na tomada de decisão.

Biografia do Autor

Thayse Rosa, Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI. Docente Superintendente de Saúde do município de Biguaçu = SC

Enfermeira formada há 13 anos. Possui graduação em Enfermagem pela Universidade do Vale do Itajaí (2007). Técnica de Vigilância em Saúde com ênfase em Vigilância Sanitária (2012) pela Escola de Formação em Saúde - EFOS. MBA Gestão em Saúde e Controle de Infecção pela FAMESP (2014). Mestre em Enfermagem pela Faculdade Israelita de Ciencias da Saúde Albert Einstein - SP (2016). Doutorado em Ciências da Saúde do programa de pós graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC) no laboratório de Neurociências. Tem experiência na área de Enfermagem tanto em Saúde Pública quanto área Hospitalar. Atualmente atua como docente na graduação em Enfermagem da UNIDAVI nas Disciplinas Centro cirúrgico e Atenção integral à Saúde da Mulher

Giovana Abrahão de Araújo Moriya, Supervisora do Centro Cirúrgico do Sabará Hospital Infantil, Docente Cursos Pós Graduação da Faculdade de Ciências de Saúde do Hospital Israelita Albert Einstein – São Paulo - SP.

Enfermeira Doutora, Supervisora do Centro Cirúrgico do Sabará Hospital Infantil, Docente Cursos Pós Graduação da Faculdade de Ciências de Saúde do Hospital Israelita Albert Einstein – São Paulo - SP.

Referências

ASHCSP/IAHCSMM position paper on loaner instrumentation. 2016. [internet] [acesso 2016 jan 03] Disponível em: http://www.ashcsp.org/pdfs/ASHCSPIAHCSMM LoanerPaper.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 15, de 15 de março de 2012. Dispõe sobre os requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para à saúde e dá outras providências. Disponível em: http://www.brasilsus.com.br/legislacoes/gm/112548-15.html

Seavey, R. Reducing the Risks Associated With Loaner Instrumentation and Implants. AORN J 2010: 322-331. AORN, Inc, 2010. [internet] [acesso 2015 dez 10]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.aorn.2009.12.032.

Paes RLA. Uma investigação sobre o uso da informação na cadeia interna de suprimentos em hospitais na cidade de São Paulo [tese]. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, Escola de Administração de Empresas de São Paulo; 2009 [citado 2015 jul 20]. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/4485

Kapadia BH, Berg RA, Daley JA, Fritz J, Bhave A, Mont MA. Periprosthetic joint infection. Lancet. 2016: 386-394. [internet] [citado 2021 Jul 04] Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26135702/

Altman, D. G. Practical statistics for medical research. CRC Press, 1990.

Recommended practices for selection and use of packaging systems for sterilization. In: Perioperative Standards and Recommended Practices. Denver, CO: AORN, Inc; 2010: 447-45. [internet] [citado 2015 dez 18] Disponível em: http://www.aornjournal.org/article/S0001-2092(10)00663- 0/pdf.

Documentos sobre materiais consignados disponível pelo licenciamento suíço e autoridade reguladora para os medicamentos e dispositivos médicos. 2016 [internet] [citado 2016 Jan 10]. Disponível em: www.swissmedic.ch

Guideline Management of Instrument Loan Sets. Published by the Sate of Queensland (Queensland Health), July, 2013. [internet] [citado 2015 Dez 23]. Disponivel em: https://bit.ly/3wyzQHZ

Conselho esterilização pesquisa e consultoria da Austrália. Estabelece padrões de prática na prestação de serviços de esterilização e desinfecção. 2016 [internet] [citado 2016 Jan 10]. Disponível em: www.sracansw.org.au/

WHO World Health Organization. Decontamination and reprocessing of medical devices for health-care facilities. 2020. [internet] [citado 2021 Jul 04]. Disponível em: https://bit.ly/3xBhMy6

Publicado

2022-04-08

Como Citar

Rosa, T., & Moriya, G. A. de A. (2022). Intervalos de tempo para processamento de materiais consignados de prótese total de quadril. Revista SOBECC, 26(4). https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202100040002

Edição

Seção

Artigos Originais