Disposição afetiva para o cuidado na recuperação: o cotidiano da equipe de enfermagem

Pâmela Maiara Grison, Denise Consuelo Moser Aguiar, Gelson Aguiar da Silva Moser, Marceli Cleunice Hanauer, Suelem Klein

Resumo


Objetivo: Discutir a implementação dos protocolos para o cuidado ao paciente na sala de recuperação pós-anestésica, considerando a disposição
afetiva da equipe de enfermagem no seu cotidiano, em um hospital da região oeste de Santa Catarina. Método: Pesquisa qualitativa, com base na etnografia
e na observação participante. Os sujeitos da pesquisa foram nove profissionais da enfermagem. Os dados foram coletados no primeiro semestre de 2019,
considerando-se a análise de conteúdo de Bardin, de onde emergiram três categorias. Resultados: Os profissionais de enfermagem compreendem a
importância da disposição afetiva no cuidado aos pacientes na recuperação, elencando a alta demanda de atividades e cirurgias e o número de funcionários
insuficiente como dificuldades para um cuidado afetivo, efetivo e empático em seu cotidiano. Há baixa adesão aos protocolos assistenciais disponibilizados
no setor, apesar do reconhecimento de sua importância no cuidado direcionado aos pacientes. Conclusão: Como fatores determinantes apresentaram-se a
alta demanda diária do setor, o quantitativo de funcionários inadequado e o atendimento a pacientes críticos por longos períodos na recuperação anestésica.


Palavras-chave


Avaliação em enfermagem. Sala de recuperação. Cuidados de enfermagem. Afeto

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Campos,MPA; Dantas,DV; Silva, LSL; Santana,JFNB; Oliveira, DC; Fontes, LL. Complicações na Sala de Recuperação Pós-Anestésica: Uma revisão integrativa. Rev. SOBECC. São Paulo. 2018;23(3):160-168. DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201800030008

Portela, LVM. As Intervenções de Enfermagem e sua Importância na Sala de Recuperação Pós-Anestésica. Rev. Cient. FacMais. 2018;12(1):76-85. Disponível em: http://revistacientifica.facmais.com.br/wp-content/uploads/2018/06/5.-as-interven%c3%87%c3%95es-de-enfermagem-e-sua-import%c3%82ncia-na-sala-de-recupera%c3%87%c3%83o-p%c3%93s-anest%c3%89sica.pdf.

Resende, C; Torralba, R. Editorial Dossiê Corporeidade - Fractal Revista de Psicologia. 2017;29(2):87-88. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/fractal/v29n2/1984-0292-fractal-29-02-00087.pdf.

Koch, TM; Aguiar,DCM; Moser,GAS; Hanauer,MC; Oliveira, D; Maier, SRO.Momento Anestésico-Cirúrgico: Transitando entre o Conhecimento dos (das) Enfermeiros (as) e o Cuidado de Enfermagem. Rev. SOBECC. 2018;23(1):7-13. Disponível em: http://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/04/882686/sobecc- v23n1_pt_7-13.pdf.

Santos, CFAR; Brasileiro, ME. Protocolos Necessários A Assistência De Enfermagem Em Sala De Recuperação Pós-Anestésica: Revisão Integrativa. Rev. Científica. Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. 9ªed. 2018;03:98-120. Disponível em: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/saude/sala-de-recuperacao.

Minayo, MCS. Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes. 2001. Disponível em: http://www.faed.udesc.br/arquivos/id_submenu/1428/minayo 2001.pdf.

Geertz, C. A Interpretação das Culturas/Clifford Gerrtz – 1. Ed.2008; 323p. Disponível em:

Bardin, L. Análise de Conteúdo. 4.ed. Lisboa: Edições 70. 2010;279p. Disponível em:

< https://madmunifacs.files.wordpress.com/2016/08/anc3a1lise-de-contec3bado-laurence-bardin.pdf>.

KLEIN, S. Segurança do Paciente na Sala de Recuperação Pós-Anestésica: Um Cuidado Desvelado neste Território de Passagem. Monografia. Chapecó: Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). 2014.

Val, JS. Humanização do Enfermeiro na Sala de Recuperação Pós-Anestésica. Fundação Educacional do Município de Assis – FEMA. 2012;1(1):1-42. Disponível em: https://cepein.femanet.com.br/BDigital/arqTccs/0921250034.pdf.

Gutiérrez, MGR; Morais, SCRV. Sistematização da Assistência de Enfermagem e a Formação da Identidade Profissional. Rev. Bras. Enferm [Internet]. 2017;70(2):455- 460.Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v70n2/pt_0034-7167-reben-70-02-0436.pdf.

Laccort, AA; Oliveira, GBA. Importância do Trabalho em Equipe no Contexto da Enfermagem. Rev. UNINGÁ Review. 2017;29(3):6-10. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1976/1572

Dill MCP, Arboit EL; Kaefer CT; Kaefer, CT; Arboit, J . Percepções Acerca de um Instrumento para Avaliação e Alta da Sala Recuperação Pós-Anestésica. Rev Fund Care Online. 2018 jul./set.; 10(3):711-719. DOI: http://dx.doi. org/10.9789/2175-5361.2018.v10i3.711-719.

BONETTI, AEB;Girardello, DTF; Coneglian, ALA; Egevardt, D. Assistência da Equipe de Enfermagem ao Paciente em Sala de Recuperação Pós-Anestésica. Rev. Enferm. UFSM. 2017;7(2):193-205. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/26840/pdf.

Moraes, KB et al. Transferência do Cuidado de Pacientes com Baixo Risco de Mortalidade no Pós-Operatório: Relato de Experiência. Rev. Gaúcha. Enferm. 2019;40(esp.):1-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v40nspe/1983-1447-rgenf-40- spe-e20180398.pdf.

Kikuchi, AMP. SRPA para Cuidados de Enfermagem ao Paciente em Recuperação Pós-Anestésica Submetido à Cirurgia Vascular. Trabalho de Conclusão de Curso, Centro de Ciências da Saúde, Graduação em Enfermagem.Florianópolis. 2018;1-65. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/187147/TCCFinalOFICIAL2.pdf?sequ ence=1&isAllowed=y.

Santos,MR; Santos, JJ;Santana, NA; Melo, IA;Naziazeno, SDS. A Importância da Assistência de Enfermagem na Sala de Recuperação Pós- Anestésica: Visão dos Monitores em Enfermagem Cirúrgica. Congresso Internacional de Enfermagem. 2017;1(1):1-4, Mai/2017. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/index.php/cie/article/view/5774/2007.

Santos, DNF; Oliveira, MCR; Rodrigues, RCS. A Importância da Sistematização de Enfermagem na Sala de Recuperação Pós-Anestésica. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade Paraense de Ensino. 2017:1-52. Disponível em: http://www.ipecpa.com.br/aluno/arquivos/tcc/oliveira_santos.pdf.




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202000030006

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Marceli Cleunice Hanauer, Pâmela Maiara Grison, Denise Consuelo Moser Aguiar, Gelson Aguiar da Silva Moser, Suelem Klein

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia