Custo de processamento de produtos para saúde: uma revisão integrativa

Rita Rozileide Nascimento Pereira, Lívia Maia Pascoal, Isaura Letícia Tavares Palmeiras Rolim, Adriana Gomes Nogueira Ferreira, Elza Lima da Silva

Resumo


Objetivo: Analisar o conhecimento produzido na última década sobre custos hospitalares relacionados ao processamento de produtos para saúde (PPS) reutilizáveis
em Centros de Material e Esterilização (CME) e empresas processadoras. Método: Revisão integrativa da literatura, com buscas nas bases de dados Cumulative
Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), Medical Literature Analysis and Retrieval System On-line (MEDLINE), Literatura Latino-Americana e
do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scopus e Scientific Electronic Library Online (SciELO). Os artigos selecionados foram publicados entre 2009 e abril de
2019. A busca inicial resultou em 782 artigos e, após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, a amostra final compôs-se de 15 estudos, que foram analisados na
íntegra. Resultados: A maioria dos trabalhos comparou o custo de diferentes tecnologias empregadas no processamento de PPS para obter economia, ou avaliou a
redução de gastos com desperdício, principalmente com a diminuição do tamanho de bandejas cirúrgicas para redução de custo com o processo. Conclusão: O processamento
de PPS mostrou ser medida que gera economia quando se selecionam adequadamente as tecnologias envolvidas no processo e se evitam os desperdícios.


Palavras-chave


Custos hospitalares/Hospital costs/Costos de hospital. Gestão em saúde/Health management/Gestión en salud. Economia da enfermagem/Economics, nursing/Economía de la enfermería. Esterilização/Sterilization/Esterilización.

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Ministério da Saúde (BR), Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução - RDC nº 15, de 15 de março de 2012. Dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para saúde e dá outras providências [Internet]. Brasília: ANVISA, 2012. [Acesso em: 2019 jun 16]. Diponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2012/rdc0015_15_03_2012 tml.

Souza WR, Spiri WC, Lima SAM, Bernades A, Luppi CHB. Utilização do Custeio Baseado em Atividades em Centro de Material e Esterilização como ferramenta gerencial. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2015 abr/jun [acesso em: 2019 abr 14]; 17(2):290-301. Doi: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v17i2.27540.

Vital JS, Miranda LN, Nagliate PC, Vasconcelos EL. Analysis of Cost of Sterilization Packaging Using Costing Based Activities. J Nurs UFPE on line [Internet]. 2016 aug. [cited 2019 apr 14]; 10(8):2877-85. Available from: http://doi.org/10.5205/relou.9373-82134-1-RV1008201613.

Tome MF, Lima AFC. Mapeamento do Processo de Reprocessamento de Campos Cirúrgicos de Tecido de Algodão. Rev SOBECC 2015a out/dez; 20(4):197-201. Doi: http://dx.doi.org/10.5327/Z1414-4425201500040003.

Tome MF; Lima AFC. Custo Direto de Reprocessamento de Campos Cirúrgicos de Tecido de Algodão: um estudo de custo. Rev Esc Enferm USP. 2015b; 49(3):494-501. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420150000300018.

Pissinati PSC, Haddad MCL, Rossaneis MA, Gil RB, Belei RA. Costs of Reusable and Disposable Aprons in a Public Teaching Hospital. Rev Esc Enferm USP on line [Internet]. 2014 [cited 2019 aug 14]; 48(5):915-21. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420140000500019.

Souza MTS, Silva MD, Carvalho R. Revisão Integrativa: o que é e como fazer. Rev. Einstein. São Paulo. 2010; 8(1Pt1):103. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134.

Whittemore R, Knafl K. The Integrative Review: updated methodology. J Adv Nurs. 2005; 52(5): 546-553. Doi: http://doi.org/10.1111/j.1365-2648.2005.03621.x_.

Ursi ES, Gavão CM. Prevenção de Lesões de Pele no Perioperatório: revisão integrativa da literatura. Rev Lat Am Enfermagem. 2006 Jan/fev [acesso em: 2019 abr 03]; 14(1):124-31. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v14n1/v14n1a17.

Krohn M, Fengler J, Mickley T, Flessa S. Analysis of processes and costs of alternative packaging options of sterile goods in hospitals: a case study in two German hospitals. Health Econ Rev. 2019; 9:1. Doi: https://doi.org/10.1186/s1361-018-0218-2.

Stipanich C, Goulardins JB, Medeiros M, Maria F, Tanaka C. Comparação de custos em diferentes processos de abastecimento de materiais de fisioterapia respiratória em um hospital público de porte extra. Rev. Pesq, Fisio. 2018 mai; 8(2):230-238. Doi: http://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i2.1927.

McCreanor V, Graves N. An economic analysis of the benefits of sterilizing medical instruments in low-temperature systems instead of steam. Am J Infect Control. 2017; 45:756-60. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ajic.2017.02.026.

Jerico MC, Castilho V. Gerenciamento de custos: aplicação do método de Custeio Baseado em Atividades em Centro de Material Esterilizado. Rev Esc Enferm USP on line [Internet]. 2010 [acesso em: 2019 abr 14]; 44(3):745-52. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v44n3/28.pdf

Nast K, Swords KA. Decreasing operating room costs via reduction of surgical instruments. J Pediatr Urol. 2019. Doi: http://doi.org/10.1016/j.jpurol.2019.01.013.

Cichos KH, Linsky PL, Wei B, Minnich DJ, Cerfolio RJ. Cost Savings of Standardization of Thoracic Surgical Instruments: The Processo of Lean. Ann Thorac Surg. 2017; 104:1889-95. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.athoracsur.2017.06.064.

Isaacson D, Ahmad BA, Metzler I, Tzou DT, Taguchi K, Usawachintachit M et al. Defining the Costs of Reusable Flexible Ureteroscope Reprocessing Using Time-Driven Activity-Based Costing. J Endourol. 2017 out; 31(10):1026-31. Doi: http://doi.org/10.1089/end.2017.0463.

Van Meter MM, Adam RA. Costs associated with instrument sterilization in gynecologic surgery. Am J Obstet Gynecol MFM. 2016 nov; 215:652.e1-5. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ajog.2016.06.019.

Paula JRA, Silva RCR, Vedovato CA, Boaventura AP. Instrumentais nas caixas cirúrgicas: avaliação de custo. Rev SOBECC. 2015 abr/jun [acesso em: 2019 abr 14]; 20(2):73-80. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/1414-4425/2015/v20n2/a5019.pdf.

Stockert EW, Langerman A. Assessing the Magnitude and Costs of Intraoperative Inefficiencies Attributable to Surgical Instrument Trays. J Am Coll Surg. 2014 out; 219(4):646-55. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jamcollsurg.2014.06.019.

Kuznik A, Lamorde M, Sekuga DB, Picho B, Coutinho A. Medical male circumcision for HIV/AIDS pevention in Uganda – the cost of disposable versus re-usable circumcision kits. Trop Doct. 2012 jan; 42:5-7. Doi http://doi.org/10.1258/td.2011.110297.

Yung E, Gagner M, Pomp A, Dakin G, Milone L, Strain G. Cost comparison of reusable and single-use ultrasonic shears for Laparoscopic Bariatric Surgery. Obes surg. 2010; 20: 512-518. Doi: http://doi.org/10.1007/s11695-008-9723-4

Tome MF, Lima AFC. Custo do reprocessamento de campos cirúrgicos de tecido de algodão: um estudo de caso [Dissertação]. São Paulo: Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo; 2014. 120p. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/.../Mariana_Fexina_Tome_ME_Original.pdf.

Freitas LR, Tripple AFV, Felipe DP, Rodrigues NSR, Melo DS. Embalagem de tecido de algodão: análise do uso em hospitais de médio e grande porte. Rev Eletr Enfer [Internet]. 2012 out/dez [acesso em: 2019 mar 28]; 14(4):811-820. Doi: https://doi.org/10.5216/ree.v14i4.16612.

Souza AS, Sória DAC, Araújo JO, Silva MT, Andrade NC. Embalagem para Esterilização: suas aplicações e Recomendações na Prática Hospitalar. Rev Pesq: Cuid Fundam online [Internet]. 2010 out/dez; 2(Ed. Supl.):316-319. Doi: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2010.v0i0.%25p.

Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. Práticas recomendadas SOBECC. 6 ed. São Paulo: Manole, 2013.

Sanjuana GOM, Iris CH, Federico MQJ. Análisis de costos em três métodos de esterilización. Rev Enferm IMMS. 2006 [acesso em: 2019 jun 28]; 14(3):131-135. Disponible: https://www.medigraphic.com/pdfs/enfermeriaimss/eim-2006/eim063c.pdf

Seavey R. High-level disinfection, sterilization, and antisepsis: Current issues in reprocessing medical and surgical instruments. Am J Infect Control. 2013; 41:S111-S117. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ajic.2012.09.030.

Evangelista SS, Santos SG, Stoianoff MAR, Oliveira AC. Analysis of microbial load on surgical instruments after clinical use and following manual and automated cleaning. Am J Infect Control. 2015; 43:522-7. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ajic.2014.12.018.




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425202000020007

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Rita Rozileide Nascimento Pereira, Lívia Maia Pascoal, Isaura Letícia Tavares Palmeiras Rolim, Adriana Gomes Nogueira Ferreira, Elza Lima Da Silva

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia