Adesão ao checklist de cirurgia segura: análise das cirurgias pediátricas

Letícia Costa Rinaldi, Jamille Duran Matilde, Rafaela Aparecida Prata, Andrezza Belluomini Castro, Marla Andréia Garcia de Avila

Resumo


Objetivo: Este estudo analisou a adesão ao preenchimento do checklist de cirurgia segura em procedimentos realizados em crianças e adolescentes de até 17 anos, bem como os fatores que influenciam a sua utilização. Método: Estudo analítico, transversal, realizado em um hospital público. Foram analisados os prontuários de cirurgias executadas em crianças e adolescentes de até 17 anos, no ano de 2017. Foi aplicada análise estatística descritiva, teste Exato de Fisher e regressão logística. Resultados: A amostra foi composta por 262 prontuários de crianças e adolescentes, 65,68% do sexo masculino, prevalecendo os procedimentos de adenoidectomia e amigdalectomia. Observou-se em 12,9% dos checklists o preenchimento completo, em 86,4%, parcial e em 0,7% a lista não foi preenchida. Não houve associação significativa entre a adesão ao instrumento e os fatores analisados. Conclusão: A adesão completa ao checklist foi de 12,9% com diferença no preenchimento entre as etapas, e não houve um único fator responsável pela inadequação. O preenchimento parcial na maioria dos casos sinaliza a necessidade de desconstruir as barreiras para conduzir o checklist, com ações educativas envolvendo as equipes e o real entendimento da aplicação do instrumento, que pode favorecer a segurança cirúrgica e a qualidade da assistência.

Palavras-chave


Enfermagem; Centro Cirúrgico

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


- Santos JS, Souza DO, Morais AC, Santana CLM, Rodrigues US, Rodrigues EP. Teste piloto de checklist de cirurgia segura: relato de experiência. Rev Enferm UFPI. 2017;6(1):76-79.

- Mafra CR, Rodrigues MCS. Lista de verificação de segurança cirúrgica: Uma revisão integrativa sobre ben¬efícios e sua importância. 2018;10(1):268-275. DOI: 10.9789/2175-5361.2018.v10i1.268-275.

- Ministério da Saúde (BR), Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Organização Mundial da Saúde. Segundo desafio global para a segurança do paciente. Cirurgias seguras salvam vidas. Rio de Janeiro: Organização Pan-Americana da Saúde; 2009.

- Tostes MFP, Haracemiw A, Mai LD. Lista de verificação de segurança cirúrgica: considerações a partir da micropolítica institucional. Esc Anna Nery. 2016;20(1):203-209.

- Giannattasio MB, Taniguchi FP. Avaliação da segurança do paciente em cirurgia cardíaca de um hospital público. Rev SOBECC. 2016;21(3):125-131.

- Gomes CDPP, Santos AA, Machado ME, Treviso P. Percepção de uma equipe de enfermagem sobre a utilização do checklist cirúrgico. Rev SOBECC. 2016;21(3): 140-145.

- Tostes MFP, Galvão CM. Lista de verificação de segurança cirúrgica: benefícios, facilitadores e barreiras na perspectiva da enfermagem. Rev Gaúcha Enferm. 2019;40(esp):e20180180. Doi: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20180180.

- Silva FAA, Silva AGN. Equipe de enfermagem em cirurgia segura: desafios para adesão ao protocolo. Rev Enferm UFPI. 2017;6(2):23-29.

- Souza RM, Araújo MGS, Veríssimo RCSS, Comassetto I, Ferreira FAS, Bernardo THL. Aplicabilidade do checklist de cirurgia segura em centros cirúrgicos hospitalares. Rev SOBECC. 2016;21(4):192-197.

- Haynes AB, Weiser TG, Berry WR, Lipsitz SR, Breizat AH, Dellinger EP, et al. A surgical safety checklist reduce morbidity and mortality in a global population. N Engl J Med. 2009;360(5):491-499.

- Prates CG, Stadñik CM, Bagatini A, Caregnato RC, Moura GM. Comparação das taxas de infecção cirúrgica após implantação do checklist de segurança. Acta Paul Enferm. 2018;31(2):116-122.

- Elias ACGP, Schmidt DRC, Yonekura CSI, Dias AO, Ursi ES, Silva RPJ, Feijo VBR. Avaliação da adesão ao checklist de cirurgia segura em hospital universitário público. Rev SOBECC. 2015;20(3):128-133.

- Soria-Aledo V, Silva ZA, Saturno PJ, Grau-Polan M, Carrilo-Alcaraz A. Dificultades en la implantación del checklist en los quirófanos de cirugía. Cir Esp 2012;90(3):180-185.

- Freitas MR, Antunes AG, Lopes BNA, Fernandes FC, Monte LC, Gama ZAS. Avaliação da adesão ao checklist de cirurgia segura da OMS em cirurgias urológicas e ginecológicas, em dois hospitais de ensino de Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro. 2014;30(1):137-148.

- Oliveira AC, Abreu AR, Almeida SS. Implementação do checklist de cirurgia segura em um hospital universitário. Enferm Foco. 2017;8(4):14-18.

- Maziero ECS, Silva AEBC, Mantovani MF, Cruz EDA. Adesão ao uso de um checklist cirúrgico para segurança do paciente Rev Gaúcha Enferm. 2015;36(4):14-20.

- Amaya MR, Maziero ECS, Grittem L, Cruz EDA. Análise do registro e conteúdo de checklists para cirurgia segura. Esc Anna Nery. 2015;19(2):246-251.

- Birolini DV, Rasslan S, Utiyama EM. Retenção inadvertida de corpos estranhos após intervenções cirúrgicas. Análise de 4547 casos. Rev Col Bras Cir. 2016;43(1):2-17.

- Santos KCB, Feitosa AHC, Ribeiro GSC, Cavalcante TB. Metodologia da problematização com Arco de Maguerez no centro cirúrgico oftalmológico de um hospital universitário. Reon Facema. 2018;4(1):884-888.

- Sewell M, Adebibe M, Jayakumar P, Jowett C, Kong K, Vemulapalli K, et al. Use of WHO surgical safety checklist in trauma and orthopaedic patients. Int Orthop. 2011;35:897-901.




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201900040003

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Letícia Costa Rinaldi, Jamille Duran Matilde, Rafaela Aparecida Prata, Andrezza Belluomini Castro, Marla Andréia Garcia de Avila

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia