Utensílios sanitários: comparação entre processos de limpeza e desinfecção manual e automatizado

Carmen Eulalia Pozzer, Marcia Arsego, Ivana Gottardo Rocha, Heloisa Helena Karnas Hoefel, Cinara Maisonette Duarte, Angelica Peres do Amaral, Rita Catalina Aquino Caregnato

Resumo


Objetivo: Comparar os resultados dos processos de limpeza e desinfecção manual e automatizado de Utensílios Sanitários (US). Método: Estudo experimental, descritivo, realizado por meio de culturas microbiológicas de US usados por pacientes acamados em uma unidade de internação de um hospital localizado no sul do Brasil. As amostras microbiológicas foram coletadas após limpeza e desinfecção, sendo 11 amostras de cada um dos três processos testados: automatizado, manual sem supervisão e manual com supervisão. Resultados: No processo automatizado, não houve crescimento de microrganismos patogênicos de relevância epidemiológica. No manual, em ambos processamentos realizados, conforme protocolo estabelecido pela instituição com e sem supervisão, houve crescimento de microrganismos patogênicos. Conclusão: Com base nos resultados obtidos no estudo, o método automatizado demonstrou ser seguro para utilização dos US na assistência à saúde. Os resultados obtidos no método manual não conferem segurança. Sugere-se que sejam realizados estudos com conhecimento prévio do grau de contaminação controlada por meio de cepas de referência.


Palavras-chave


Enfermagem; Centro de Material e Esterilização

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Rutala WA, Weber DJ. Disinfection and sterilization: an overview. Am J Infect Control. [Internet]. 2013 [citado 2018 Set 10]; 41(5): S2-S5. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ajic.2012.11.005

Association of PeriOperative Registered Nurses (AORN). Sterilization and Disinfection. In: Guidelines for Perioperative Practice. Denver: AORN; 2016.

Kulkarni K et al. Safe to Handle? Comparing Manually and Machine-Washed Medical Devices. Biomedical instrumentation & technology. 2016 [citado 2018 Set 10]; 50 (s2): 18-22. Disponível em: https://doi.org/10.2345/0899-8205-50.s2.18

Bros A, Deboscker S, Mielcarek M, Foeglé J, Hernandez C, Ménard C, Belotti L, Lavigne T. Bacteriological quality evaluation of bedpans in a university hospital. International Journal of Infection Control. 2018 [citado 2018 Set 10]; 14(1):1-6. Disponível em: http://www.ijic.info/article/view/17934

Jandhyala SM, Talukdar R, Subramanyam C, Vuyyuru H, Sasikala M, D Reddy N. Role of the normal gut microbiota. World journal of gastroenterology: WJG. 2015 [citado 2018 Set 10]; 21(29):8787. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4528021/

Associação Brasileira de Enfermeiro de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização, SOBECC. Diretrizes de Práticas em Enfermagem Cirúrgica e Processamento de Produtos para Saúde 7. ed. São Paulo: SOBECC; 2017.

International Organization for Standardization - ISO 15883, Washer Desinfectors. Disponível em: https://doi.org/10.3403/BSENISO15883

United States Pharmacopeia. 37. ed. Rockville: United States Pharmacopeial Convention; 2014.

Ramphal L, Sumhiro S, McCracken IM, Addai A. Improving hospital staff compliance with environmental cleaning behavior. Baylor University Medical Center Proceedings. 2014 [citado 2018 Set 10]; 27(2):88. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3954653/

Everett BR, Sitton JT, Wilson M. Efficacy and cost-benefit analysis of a global environmental cleaning algorithm on hospital-acquired infection rates. Journal of patient safety. 2017 [citado 2018 Set 10]; 13(4): 207-210. Disponível em: DOI: 10.1097/PTS.0000000000000141

Quinn MM, Henneberger PK, Braun B, Delclos G L, Fagan K, Huang V, Maher K. A. Cleaning and disinfecting environmental surfaces in health care: toward an integrated framework for infection and occupational illness prevention. American journal of infection control. 2015 [citado 2018 Set 10]; 43(5): 424-434. Disponível em:

https://www.ajicjournal.org/article/S0196-6553%2815%2900075-9/pdf

Hoefel HH, Lautert L, Schmitt C, Soares T, Jordan S. (2008). Vancomycin administration: mistakes made by nursing staff. Nursing Standard. 2013 [citado 2018 Set 10]; 22(39), 35-42. Disponível em: DOI: 10.7748/ns2008.06.22.39.35.c6567

Datta R, Platt R, Yokoe DS, Huang SS. Environmental cleaning intervention and risk of acquiring multidrug-resistant organisms from prior room occupants. Arch Intern Med. 2011 [citado 2018 Set 10]; 171(6):491-4. Disponível em: https://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/article-abstract/226851




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201900030002

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Rita Catalina Aquino Caregnato

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia