Complicações no pós-operatório imediato de revascularização do miocárdio

Alessandra Yuri Takehana Andrade, Patricia Sayuri de Lima Tanaka, Vanessa de Brito Poveda, Ruth Natalia Teresa Turrini

Resumo


Objetivo: Verificar as principais complicações da cirurgia de revascularização do miocárdio (RM) com circulação extracorpórea (CEC) e sua associação com os fatores de risco modificáveis e não modificáveis, diagnósticos de enfermagem, tempo de CEC e carga horária de enfermagem. Método: Coorte retrospectiva por meio da análise de 50 prontuários de pacientes adultos submetidos à RM com CEC, entre 2012 e 2017. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa parecer nº 1969823. Resultados: A amostra foi predominantemente masculina (70%), com idade média de 62,1 anos (desvio padrão — DP±9,98). O tempo médio de CEC foi de 124 minutos (DP±0,46). Complicações pós-operatórias ocorreram em 52% dos 50 pacientes analisados, sendo a mais frequente o sangramento (16%). O diagnóstico de enfermagem mais frequente foi risco de infecção (92%). Constatou-se que os cuidados pela equipe de enfermagem foram mais requeridos por pacientes que apresentaram hipotensão (p=0,003) e arritmia (p=0,000) no pós-operatório. Conclusão: O conhecimento das complicações pós-operatórias associadas ao perfil dos pacientes atendidos colabora para a elaboração de planos de cuidados mais adequados.


Palavras-chave


Enfermagem, Centro cirúrgico, Pós operatório de Cirurgias cardíacas

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Nascimento LS, Dias RM, Dutra CDT, Silva LMC, Pedrosa LN, Araújo JS, Frazão AGF. Fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis e variáveis sociodemográficas de servidores públicos. Rev Bras Promoç Saúde. 2015; 28(2): 230-239. Disponível em: http://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/3570/pdf

Colósimo FC, Sousa AG, Silva GS, Piotto RF, Pierin AMG. Hipertensão arterial e fatores associados em pessoas submetidas à cirurgia de revascularização do miocárdio. Rev Esc Enferm USP. 2015; 49 (2): 20-201. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/reeusp/article/view/103182/101581

Koerich C, Lanzoni GMM, Erdmann AL. Factors associated with mortality in patients undergoing coronary artery bypass grafting. Rev. Latino-Am.Enfermagem. 2016;24 : 1-9. Available from: http://www.revistas.usp.br/rlae/article/view/124906/121758

Carvalho ARS, Matsuda LM, Carvalho MSS, Almeida RMSSA, Schneider DSLG. Complicações no pós operatório de Revascularização miocárdica. Ciência, Cuidado e Saúde, Maringá. 2008; 5 (1): 50-59. Disponível em: http://ojs.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/viewFile/5111/3326

Torrati FG, Dantas RAS. Extracorporeal circulation and complications during the immediate postoperative period for cardiac surgery. Acta paul. enferm. [Internet]. 2012 [cited 2018 abril 25]; 25(3): 340-345. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002012000300004&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000300004.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 466 de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília, 2012. Disponível em: http://conselho.saude.gov.y-passlmoes/2012/Reso466.pdf

Queijo AF, Padilha KG. NURSING ACTIVITIES SCORE (NAS): adaptação transcultural e validação para a lingua portuguesa. Rev Esc Enferm USP. 2009; 43: 1-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v43nspe/a04v43ns.pdf

Soares GMT, Ferreira DCS, Gonçalves MPC, Alves TGSA, David FL, Henriques KMC, Riani LR. Prevalência das Principais Complicações Pós-Operatórias em Cirurgias cardíacas. Rev. Bras Cardiologia. [Internet] ] 2011; 24(3): 139-146. Disponível em: http://sociedades.cardiol.br/socerj/revista/2011_03/a_2011_v24_n03_01prevalencia.pdf

Quadros FF, Gutierrez LLP, Ribeiro JL. Obesidade e fatores de risco cardiovascular em filhos de obesos: uma revisão. Scientia Medica. 2013; 23 (2): 119-126. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/scientiamedica/article/viewFile/11675/9653

Oliveira JLM, Hirata MH, Sousa AGMR, Gabriel FS, Hirata TDC, Tavares IS, Melo LD, Dória FS, Sousa ACS, Pinto IMF. Sexo Masculino e Hipertensão Arterial São Preditores de Placa à Angiotomografia das Coronárias. Arq Bras Cardiol. 2015; 104(5): 409-416. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abc/v104n5/pt_0066-782X-abc-20150028.pdf

NANDA. Diagnósticos de enfermagem da NANDA; definições e classificação 2011-2014. Porto Alegre, 2013.

SOBEST. Classificação das Lesões por Pressão – Consenso NPUAP 2016. Adaptada culturalmente para o Brasil. Disponível em: http://www.sobest.org.br/textod/35

Rocha LA, Maia TF, Silva LF. Diagnósticos de enfermagem em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. Rev Bras. Enferm. 2006; 59(3): 321-326. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-71672006000300013&script=sci_arttext&tlng=pt

Henriques LS, Forte WC. Alterações imunológicas pós circulação extracorpórea. Rev Bras alergia e imunopatologia. 2000; 234: 1-4. Disponível em: http://www.asbai.org.br/revistas/Vol234/alt.htm

Sobral ML, Santos FS Jr, Sá JC et al. Aperfeiçoamento em técnica de perfusão cardioplégica no pinçamento único de aorta - resultados iniciais. Rev Bras Cir Cardiovasc. 2014; 29(2): 229-234. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbccv/v29n2/0102-7638-rbccv-29-02-0229.pdf

Christensen MC, Krapf S, Kempel A, Heyman CV. Costs of excessive postoperative hemorrhage in cardiac surgery. J Thorac Cardiovasc Surg. 2009;133 (3): 687-693. Disponível em: https://www.jtcvs.org/article/S0022-5223(09)00324-9/fulltext

Oliveira JLM, Hirata MH, Sousa AGMR, Gabriel FS, Hirata TDC, Tavares IS, Melo LD, Dória FS, Sousa ACS, Pinto IMF. Sexo Masculino e Hipertensão Arterial São Preditores de Placa à Angiotomografia das Coronárias. Arq Bras Cardiol. 2015; 104(5): 409-416. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abc/v104n5/pt_0066-782X-abc-20150028.pdf

Oliveira JMA, Silva AMF, Cardoso AB, Lima FF, Zierer MS, Carvalho ML. Complicações no pós-operatório de cirurgia cardiovascular com circulação extracorpórea. R. Interd. 2015; 8(1): 09-15. Disponível em: https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/584/pdf_177

Kapadohos T, Angelopoulos E, Vasileiadis I, Nanas S, Kotanidou A, Karabinis A, Marathias K, Routsi C. Determinants of prolonged intensive care unit stay in patients after cardiac surgery: a prospective observational study. J Thorac Dis. 2017; 9(1): 70-79. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5303108/

Altafin JF, Grion CM, Tanita MT. et al., Nursing Activities Score e carga de trabalho em unidade de terapia intensiva de hospital universitário. Ver Bras Ter Intensiva, 2014;26(3): 292-298. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbti/v26n3/0103-507X-rbti-26-03-0292.pdf




DOI: https://doi.org/10.5327/Z1414-4425201900040008

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Alessandra Yuri Andrade, Patricia Sayuri de Lima Tanaka, Vanessa de Brito Poveda

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia