Caracterização de pacientes com cirurgias suspensas por hipertensão arterial perioperatória

Dalva Maria da Silveira Roland, Claudia Bernardi Cesarino

Resumo


Este estudo retrospectivo objetivou caracterizar demogra fica menteos pacientes cujas cirurgias Foramsuspensas por hipertensão arterialperioperatória e identificar os proce-dimentos cancelados por especialidademédica. O levantamento foi feito em um hospital de ensino do interior doEstado de São Paulo e envolveu 138 pessoas que não tiveram suas cirurgiasrealizadas em razão da hipertensãoperioperatória. Os dados foram coleta-dos no período de janeiro de 2002 adezembro de 2004, com o uso de doisformulários distintos. De acordo com osresultados, 87,7% dos pacientestinham mais de 50 anos de idade61,6% eram do sexo Feminino, 62,3%eram casados, 88,4% eram brancos e37,7% eram procedentes de outrascidades do Estado de São Paulo quenão a do hospital. Entre as cirurgiassuspensas, a maioria pertencia às especia-lidades de Oftalmologia (39,86%) eOrtopedia (16,76%). Além de tercumprido seus objetivos, o presenteestudo demonstrou a importância decontrole da pressão arterial para arealização do procedimento cirúrgico.


Palavras-chave


hipertensão; cirurgia; cuidado intra-operatório.

Texto completo:

PDF/A

Referências


Balbino M. O paciente hipertensoem cirurgia eletiva: considerações clínicaspré-operatórias. Rev Bras Clin Ter.

23(4):154-7.

Praxedes JN, Santeilo JL, Amodeo C,Giorgi DMA, Machado CA, Jabur PEncontro multicêntríco sobre criseshipertensivas: relatório e recomendações. JBras NeíroI. 2001 23(Supl 3): 1-20.

Rocha JC, Rocha AI. Abordagempré-operatória do paciente hipertenso:riscos e orientações. Rev Soc Cardiol.

(3):311-6.

Wolfsthal DS. Is bIood pressurecontrol necessary beíore surgery? MedClin North Am. 1993; 77(2):349-63.

Goldman L, Caldera DL. Risks oígeneral anesthesia and elective operationin the hypertensive patient. Anesthe-siology. 1979; 50(4):285-92.

Prys-Roberts C, Meloche R.Management oí anesthesia in patientswith hypertension or ischemic heartdisease. Int Anesthesiol Clin. 1980;

(4):181-8.

Araújo GBS. Adesão ao tratamentoanti-hipertensivo: análise conceitual[Dissertação]. João Pessoa (PB):Centro de Ciências da Saúde,Universidade Federal da Paraíba; 2002.

Mion Júnior D, Machado CA,Gomes MAM, Nobre E, KohlmannJúnior O, Amoldeo C, et ai. IVDiretrizes Brasileiras de HipertensãoArterial. Arq Bras Cardiol

;82(Supl 4):7-22.

Lima SG, Nascimento LS, SantosFilho CN, Albuquerque MPMF, VictorEG. Hipertensão arterial sistêmica nosetor de emergência: o uso demedicamentos sintomáticos comoalternativa de tratamento. Arq BrasCardiol. 2005 85(2):115-23.

Mion Júnior D, Pierin A, Ignez E,Bailas D, Marcondes M. Conhe-cimento, preferências e perfil doshipertensos quanto ao tratamentofarmacológico e não-farmacológico. JBras Nefrol. 1995; 17(4):229-36.

Banco de Dados Agregados.Sistema IBGE de RecuperaçãoAutomática (Sidra). [Homepage nainternet; citada em 24 abr. 2006].Disponível em: hiip://www.sidra.ibge, gov.br

Síntese de indicadores sociais2004: estudo e pesquisas. Informaçãodemográfica e econômica n. 1 S.Coordenação de População eIndicadores Sociais. Instituto Brasileirode Geografia e Estatística. Rio deJaneiro: IBGE; 2005.

Cadê VN. O cotidiano e a adesãoao tratamento da hipertensão arterial.Cogitare Eníerm. 1997; 2(2):10-5.

Holanda AGS, lavares ADM,Gonçalves ED, Araújo MMS,Cavalcanti RE. Prevalência de hipertensãoarterial sistêmica em pacientes subme-tidos à cirurgia de catarata. Rev BrasOítalmol. 2000; 59(8):559-63.

Peixoto SV, Giatti L, AfradiqueME, Costa LFM. Custos dasinternações entre idosos brasileiros noâmbito do Sistema único de Saúde.Epidemiol Serv Saúde. 2004; 1 3(4):239-46.

Cavalcante JB, Pagliuca LM,Almeida PC. Cancelamento de cirurgiaem um hospital-escola: um estudoexploratório. Rev Latino am Enferm.

; 8(4):59-65.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Dalva Maria da Silveira Roland, Claudia Bernardi Cesarino

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia