Educação continuada na central de material e esterilização: significados e dificuldades enfrentadas pela enfermagem

Eliane de Sousa Leite, Edineide Nunes da Silva, Edinete Nunes da Silva, Joselito Santos

Resumo


O estudo objetivou analisar oconhecimento sobre Educação Continuadados profissionais da Central de Materiale Esterilização (CME); compreender. apartir da percepção dos profissionaisde enfermagem, o significado de estaradequadamente preparado para atuarna CME e identificar as dificuldadesenfrentadas pelos profissionais 110desenvolvimento de suas atividades,Os dados foram coletados medianteentrevista estruturada com os profissionaisde enfermagem da CME de um hospitalpúblico de Cajazeiras (PB). Como modeloanalítico, utilizou-se a técnica do Discursodo Sujeito Coletivo. Dentre as ideiascentrais, destacam-se: despreparo devidoà falta de atualização busca pessoal porinformação e qualificação, melhorar osconhecimentos, atualizar-se e prestar uniserviço de qualidade. Conclui-se que umnovo olhar incida sobre a CME, por seruma área extremamente nobre, desejávelde novos conhecimentos. E preciso ummaior compromisso com a qualidade daassistência, incluindo a sensibilização e acompetência dos profissionais de saúde edos gestores.

Palavras-chave


Esterilização; Educação Continuada: Equipe de Enfermagem

Texto completo:

PDF/A

Referências


Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anes-tésica e Centro de Material e Esteriliza-ção. Práticas recomendadas - SOBECC.5 cd. São Paulo: SOBECC: 2009.

Alarcon CDP, Graziano KU, 1-ladiMA, Camargo TC. Contêiners rígidos:avaliação dos usuários. Re SOBECC.2005; 10(2):33-9.

Brasil. Ministério da Saúde. ConselhoNacional de Saúde. Orientações geraispara central de esterilização. Brasília:Coordenação Geral das Unidades Hos-pitalares; 2001.

Gil AC. Como elaborar projetos depesquisa. 4' ed. São Paulo: Atlas; 2002.

Minayo MCS, organizadora. Pesquisasocial: teoria, método e criatividade.Petrópolis: Vozes; 2004.

Lefévre F, Lefévre AMC. O discursodo sujeito coletivo: um novo enfoque empesquisa qualitativa (Desdobramento).2 cd. Caxias do Sul: EDUCS; 2005.

Brasil. Ministério da Saúde. ConselhoNacional de Saúde. Resolução n° 196,de 10 de outubro de 1996. Aprova asdiretrizes de normas regulamentadorasde pesquisas envolvendo seres humanos.Brasília; 1996.

Paschoal AS. O discurso do enfeniieirosobre educação permanente no grupo fo-cal [dissertação. Curitiba: UniversidadeFederal do Paraná; 2004.

Leite MM.]; Pereira JI. Educaçãocontinuada em enfermagem. In: KurcgantP, coordenadora. Administração emenfermagem. São Paulo: EPU; 1991.p. 147-6 1.

Brasil. Ministério da Saúde. ConselhoNacional de Saúde. Secretaria de Gestãodo Trabalho e da Educação na Saúde.Curso de facilitadores de educaçãopermanente em saúde. Rio de Janeiro:FIOCRUZ; 2005.

Tipple ACFV, Souza TR, BezerraALQ, Munari DB. O trabalhador semformação em enfermagem atuando em centro de materiale esterilização: desafio para o enfermeiro. Rev Esc EnfermIJSP. 2005;39(2):173-80.

Oguisso IA. Educação continuada com fator de mu-danças: visão mundial. Nursing (Sào Paulo). 200026( 1 ):26-3!.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional deSaúde. Política nacional de educação permanente crucomo estratégias do SUS. Brasília 2004.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistênciaà Saúde. Coordenação Geral de Normas. Normas paraprojetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúdeBrasília: 1994.

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional deVigilância Sanitária. Resolução RDC n° 50, de 21 defevereiro de 2002. Dispõe sobre o regulamento técnicopara planejamento, programação, elaboração e avaliaçãode projetos físicos de estabelecimentos assistenciais desaúde. Brasília 2002.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Eliane de Sousa Leite, Edineide Nunes da Silva, Edinete Nunes da Silva, Joselito Santos

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia