Auditoria de enfermagem em Centro Cirúrgico: Atuação do enfermeiro auditor

Silvana de Souza Rocha Medrado, Márcia Wanderley de Moraes

Resumo


A auditoria de enfermagem em centro cirúrgico (CC) se dá por meio de análise das anotações de enfermagem, descrições cirúrgicas e anestésicas,comparando-as com as cobranças reali-zadas no débito de sala e na recuperaçãoanestésica. O objetivo foi descrever aimportância e as dificuldades da auditoriade enfermagem e identificar os eventosadversos deste processo no CC. Trata-sede um relato de experiência da primeiraautora como enfermeira auditora. Na ins-tituição, a auditoria é realizada por meiode codificação e cobrança dos débitosdo procedimento anestésico-cirúrgicocom análise da documentação envolvidaneste processo. O prontuário é o principalinstrumento de análise de contas e cercade 90% dos prontuários analisados apre-sentam inconformidades nas cobranças,ocasionando as glosas pelas seguradorasde saúde, o que prejudica o orçamentoda instituição. É importante que hajaeducação continuada no preenchimentodos impressos, redução de desperdíciossem prejudicar a qualidade da assistência,cooperando para o resultado econômicoda instituição e satisfação das seguradorasde saúde.

Palavras-chave


Auditoria de enfermagem: Centro cirúrgico hospitalar: Administração hospitalar.

Texto completo:

PDF/A

Referências


Souza JSM. A prática da auditoria deeníérmagem no estado de Santa Catarina:a percepção dos auditores a partir da aná-lise do discurso do sujeito coletivo [dis-sertação]. Santa Catarina: Universidadedo Oeste de Santa Catarina 2006.

Scarparo AF, Ferraz CA. Auditoriaem enfermagem: identificando suaconcepção e métodos. Rev Bras Enferm2008;61(3):302-5.

Marfins C, Kobayashi RM, AyoubAC. Leite MMJ. Perfil do enfermeiroe necessidades de desenvolvimento decompetência profissional. Texto ContextoEnferm. 200615(3):472-8.

Rodrigues VA, Perroca MG, JericóMC. Glosas hospitalares: importância dasanotações de enfermagem. Arq Ci Saúde20041 1(4):210-4.

Martins EG, Sanna MC. A produçãocientífica sobre administração em enfer-magem no Brasil no período de 1947 a 1972.Rev Bras Enferm. 2005;58(2):235-9.

Conselho Federal de Enfermagem.Documentos básicos: adaptado peloCOREN-RS. Porto Alegre; 2006.Resolução COFEN 266/2001. Aprovaatividades do enfermeiro auditor. [citado2009jun. 09]. Disponível em: http://www.portalcoren-rs.gov.br/weh/legislacao/does oh e iai s.doc

Duarte IG, Ferreira DP. Uso deindicadores na gestão de uni cen-tro cirúrgico. Rev Adm Saúde.2006;8(31):63-70.

Oliveira MAN. Gerenciarnento de novas tecnologias de centro cirúrgicopelas enfermeiras nos hospitais deFeira de Santana - BA [dissertação]Florianópolis: Universidade Federal deFlorianópolis; 2002.

Categoria dos padrões para enferma-gem perioperatória - Parte 1. Rev SO-BECC. 2002;7(2):8-10.

Galvão CM. Estudo do papelda auditoria de enfermagem pararedução dos desperdícios em materiaise medicamentos. Mundo Saúde2002;26(2):275-7.

II. Francisco IMF, Castilho V. A enfer-magem e o gerenciamento de custos. RevEsc Enferm USP. 2002;36(3):240-4.

Barbosa IA, Silva MJP. Cuidadohumanizado de enfermagem: o agir comrespeito em um hospital universitário.Rev Bras Enferm. 2007;60(5):546-5 1.

Hermida PMV, Araújo IEM. Siste-matização da assistência de enfermagem:subsídios para implantação. Rev BrasEnferm. 2006;59(5):675-9.

Setz VG, D'Innocenzo M. Avaliaçãoda qualidade dos registros de enfermagemno prontuário por meio de auditoria. ActaPaul Enferm. 2009;22(3):313-7.

Moraes LO, Peniche ACG. Assistênciade enfermagem no período de recuperaçãoanestésica: revisão de literatura. Rev EscEnferm USP. 2003;37(4):34-42.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Silvana de Souza Rocha Medrado, Márcia Wanderley de Moraes

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia