Empresa de material cirúrgico: Atuação do enfermeiro

Luciana Foppa, Rita Catalina Aquino Caregnato

Resumo


Este estudo teve como objetivos relatara experiência de trabalho do enfermeiro em uma empresa de materiais cirúrgicos, descrever seu papel e apresentar sua importância na empresa, além de servir de reflexão sobre a atuação do enfermeiro em uma área de trabalho não assistencial. As mudanças do modo de produção social ampliaram as possibilidades de trabalho dos enfermeiros. Desta forma, empresas especializadas em materiais hospitalares precisam de enfermeiros para assessoria e supervisão das atividades técnicas desenvolvidas. O enfermeiro passa a ser o elo fundamental entre a empresa e os clientes, porque tem conhecimento técnico e especializado para entender as necessidades do cliente que presta serviço na área da saúde.A experiência de trabalhar em uma área não assistencial, longe de muitas correntes de pensamento, evidenciou ser um grande desafio para o enfermeiro quebrar o paradigma que entende a enfermagem como prática assistencial.


Palavras-chave


Enfermagem. Serviços de enfermagem. Área de atuação profissional. Setor de assistência à saúde.

Texto completo:

PDF/A

Referências


Barbosa MA, Medeiros M, Prado MA, Bachion M,Brasil W. Reflexões sobre o trabalho do enfermeiro em saúde coletiva. Rev Eletron Enferm [lnternet]2004. [citado 2011 set 01]: 6(1):9-15. Disponívelem: http:!/www.revistas.ufg.br/index.php/fen/artjcle/viewI804I91 5

Arone EM, Cunha ICKO. Avaliação tecnológicacomo competência do enfermeiro: reflexões e pres-supostos no cenário da ciência e tecnologia. RevBras Enferm. 2006;59(4):569-72.

Costa RA, Shimizu HE. Estudo das atividadesdesenvolvidas pelos enfermeiros em um hospital-escola. Rev Esc Enferm USP. 2006;40(3):418-26.

Ferreira Júnior MA. Os reflexos da formação inicialna atuação dos professores enfermeiros. Rev BrasEnferm. 2008;611(6):866-711.

Erdmann AL, Fernandes JV, Meio C, CarvalhoBR, Menezes Q, Freitas R, et ai. A visibilidade daprofissão de enfermeiro: reconhecendo conquistas elacunas. Rev Bras Enferm [Internet]. 2009 ago. [citado2011 set 011;62(4):637-43. Disponível em:

Brasil. Ministério da Saúde. Avaliação tecnológicaem saúde: subsidiando a melhoria da qualidade eeficiência do SUS (Reforsus). Brasília: Ministério daSaúde; 1998.

Caregnato RCA. Estresse da equipe multiprofis-sional na sala de cirurgia: um estudo de caso. [dis-sertação]. Porto Alegre: Universidade Federal doRio Grande do Sul; 2002.

Caregnato RCA, Lautert L. Situações geradorasde estresse na equipe cirúrgica multiprofissionai nasala cirúrgica. Rev SOBECC. 2003;8(3):11-6.

Cuido LA, Szareski C, Andolhe R, Martins FZ.Competências do enfermeiro em CC: reflexões sobre o ensino/assistência. Rev SOBECC. 2008;13(1):16-23.

Sociedade Brasileira de Enfermeiros de CentroCirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro deMaterial de Esterilização. Práticas recomendadas- SOBECC. 5a ed. São Paulo: SOBECC; 2009.

Smeltzer SC, Bare BG, Hinkle JL, Cheever KH.Brunner & Suddarth - Tratado de enfermagem mé-dico-cirúrgica. 11a ed. Rio de Janeiro: GuanabaraKoogan; 2008.

Silva MA, Freitas GF. Significados atribuídospelos enfermeiros às ações nas ocorrênciaséticas no bloco operatório. REME Rev Min Enferm.2007;11(4):425-31.

Bronzatti JAG, Ponteili SRC, Ferretti HH. Inves-tindo na formação do futuro enfermeiro do blocooperatório. Rev SOBECC. 2008; 13(14):24-9.

Galvão CM. Liderança do enfermeiro de centrocirúrgico. [dissertação]. Ribeirão Preto: Escola deEnfermagem de Ribeirão Preto, Universidade deSão Paulo; 1990.

Polit DF, Beck CT, Hungler BP. Fundamentos depesquisa em enfermagem: métodos, avaliação eutilização. 5a ed. Porto Alegre: Artmed; 2004.

Brevidelli MM, Domenico EBL. Trabalho de con-clusão de curso: guia prático para docentes e alunosda área da saúde. 4a ed. São Paulo: látria; 2010.

Tonelli SR, Lacerda RA. Refletindo sobre o cuidarno centro de material e esterilização. Rev SOBECC.2005;110(1):28-31.

Silva MA, Galvão MC. Aplicação da liderançasituacional na enfermagem de centro cirúrgico. RevEsc Enferm USP. 2007;41(1):104-12.

Mancia JR, Padilha MIOS,Ramos FRS, Cordova FP,Amaral NV. Congresso Brasi-leiro de Enfermagem: sessen-ta anos de história. Rev BrasEnferm. 2009;62(3):471-9.

Kurcgant P. Gerenciamento em enfermagem. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2005.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Luciana Foppa, Rita Catalina Aquino Caregnato

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia