Perfil de mulheres com alto risco para síndrome da apneia obstrutiva do sono

Leonília Brelaz de Abreu, Jacqueline Ramos de Andrade Antunes Gomes, Glayson Carlos Miranda Verner, Thaís Lôbo Campos, Ana Caroline de Mendonça Motta, Weslei da Silva Araújo, Letícia Santos Ribeiro, Rafael Villela Silva Derré Torres

Resumo


Introdução: A síndrome da apneia obstrutiva é considerada de alta prevalência na população, primariamente relacionada ao sexo masculino e
com pouca informação sobre os sinais clínicos e o perfil epidemiológico em mulheres. Objetivo: Analisar o perfil clínico e verificar a associação das variáveis
com o alto risco de mulheres desenvolverem síndrome da apneia obstrutiva do sono. Método: Trata-se de um estudo analítico e quantitativo, com
método retrospectivo de coleta de dados das consultas ambulatoriais realizadas no período de junho de 2014 a junho de 2016 no Ambulatório de Avaliação
Perioperatória de um hospital regional do Distrito Federal. Resultados: Verificou-se a existência de uma associação de dependência entre a síndrome da
apneia obstrutiva e as seguintes variáveis: faixa etária, índice de massa corporal, tromboembolismo venoso, presença de hipertensão arterial sistêmica e
diabetes mellitus. Não houve associação significativa com o tabagismo ou com a presença de algum preditor de via aérea difícil. Conclusão: Mulheres
obesas, hipertensas, com risco de trombose e maiores de 40 anos possuem maior risco de síndrome da apneia obstrutiva.


Palavras-chave


Assistência Perioperatória; Apneia Obstrutiva do Sono; Equipe Multiprofissional; Mulheres

Texto completo:

PDF PDF/A (English)

Referências


Fassbender P, Bürgener S, Haddad A, Silvanus MT, Peters J. Perioperative incidence of airway obstructive and hypoxemic events in patients with confirmed or suspected sleep apnea - a prospective, randomized pilot study comparing propofol/remifentanil and sevoflurane/remifentanil anesthesia. BMC Anesthesiol. 2018 Jan 27. v.18 Available from: 10.1186/s12871-018-0477-9

Franklin KA, Sahlin Carin, Stenlund Hans, Lindeberg E. Sleep apnea is a common occurrence in females. Eur Respir J 2013; 41(3):610-615.

Shepetycky MR, B. K. (2005). Differences between men and woman in the clinical presentation of patients diagnosed with Obstructive sleep apneia Syndrome. SLEEP; 28(3):309-314.

Valipour, A. (2012). Gender-related differences in the Obstructive Sleep Apnea Syndrome. Pneumologie; 66:584-588. doi:10.1055/s-0032-1325664

Araújo-Melo, M. H., Neves, D., Ferreira, L., Moreira, M., Nigri, R., & Simões, S. (2016). Questionários e escalas úteis na pesquisa da Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono. (Vol. 15). Rio de Janeiro: Revista hospital Universitário Pedro Ernesto. doi:10.12957/rhupe.2016.22368

Chung F, Abdullah Hairil, Liau P. Stop-Bang questionnaire – A pratical approach to screen for obstructive sleep apnea. Chest 2016;149(3):631-637.

Sunwoo JS, Hwangbo Y, Kim WJ, Chu MK, Yun CH, Yang KI, et al. Prevalence, sleep characteristics, and comorbidities in a population at high risk for obstructive sleep apnea: A nationwide questionnaire study in South Korea. PLOS ONE 28-Feb-2018. 13:2, e0193549. Available from: http://journals.plos.org/plosone/article/file?id=10.1371/journal.pone.0193549&type=printable

Tamanna S, Geraci SA. Major sleep disorders among women. South Med J 2013; 106(8):470-8.

Wimms A, W. H. (2016). Obstructive sleep apnea in women: Specific issue and interventions. BioMed Research International, 1-9. doi:10.1155/2016/1764837

Bixler EO, Vgontzas AN, Lin Hung-mo, Have TT, Rein J, Vela-Bueno A, et al. Prevalence of sleep-disordered breathing in women. Am J Respir Crit Care Med 2001; 163:608-613.




DOI: https://doi.org/10.5327/10.5327/Z1414-4425201900010005

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Jacqueline Ramos de Andrade Antunes Gomes, Leonília Brelaz de Abreu, Glayson Carlos Miranda Verner, Thaís Lôbo Campos, Ana Caroline de Mendonça Motta, Weslei da Silva Araújo, Letícia Santos Ribeiro, Rafael Villela Silva Derré Torres

Rev SOBECC, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2358-2871

Licença Creative Commons Revista SOBECC está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia